A BÍBLIA, JESUS E O ANTICRISTO

A Bíblia não é um Livro qualquer.

A Bíblia não tem contradições, pois o Seu Criador é Onisciente, Onipotente e Onipresente, logo, não se contradiz, pelo contrário, DIZ !

Quem entende como contradições os seus escritos, esquece que Deus falou ( fala ) por Enigmas (Números 12: 8), logo, as Suas Verdades não estão em ordens Cronológicas e Literais.

A Teologia é a Ciência dos Enigmas de Deus, no meu entendimento.

A Bíblia é o Livro Teológico que contem toda a Verdade, porém encobertas por Enigmas, e revelados, no devido tempo, por Deus.

Por que Deus falou (fala) por Enigmas ?

Porque se Deus falasse abertamente como Ele é, bem como, mostrasse abertamente as maravilhas do Reino Celestial, o Homem, certamente, O buscaria, não por amor e adoração, mas por simples interesse;

Os que afirmam que existem Profecias que não se cumpriram, esquecem que o Tempo de Deus, não é o tempo do Homem, logo, ou já se cumpriram, enigmaticamente, ou ainda vão se cumprir.

A maior prova de que a Bíblia é a Palavra de Deus, está nas Profecias referente a JESUS. :

Foi Profetizado antes da fundação do Mundo ( 1ª Pe 1: 20) ( Apocalipse 13: 8 ) (João 17: 24);

Para ficar mais elucidativo contra as refutações de que 1ª Pedro 1: 20 ; Apocalipse 13: 8 ; João 17: 24, não podem ser consideradas como uma Profecia, vejamos o que diz João 17: 4 e 5 :

“Eu te glorifiquei na terra, consumando a obra que me confiaste para fazer; e agora, glorifica-me, ò Pai, contigo mesmo, com a glória que eu tive junto de ti, ANTES QUE HOUVESSE MUNDO”

O próprio EU SOU, EMANUEL, o CRISTO, o CORDEIRO DE DEUS, afirma que Ele = ainda vivo, pois não havia sido Sacrificado = existia e foi morto profeticamente, antes da Fundação do Mundo, isto é, no Projeto.

A afirmação “ANTES DA FUNDAÇÃO DO MUNDO” é do próprio JESUS, quando ainda vivo.

RESUMINDO:

Foi Profetizado quando da Queda do Homem ( Gn 3: 15 );

Foi Profetizado através de Abraão (  Gênesis 12: 1 a 3 );

Foi Profetizado através de Moisés ( Deuteronômio 18: 18 e 19 );

Foi Profetizado onde nasceria, isto é, que nasceria em Belém da Judéia ( Miquéias 5: 2 );

Foi Profetizado por Jó como o meu Redentor vive, e por fim se levantará sobre a Terra (Jó 19: 25);

Foi Profetizado, enigmaticamente, o local do Seu Sacrifício, através de Isaque, na Região de Muriá, num dos Montes, que hoje conhecemos como Monte Calvário ( Gênesis 22: 2 ) ( 2ª Crônicas 3: 1 ) ( João 19: 17 );

Foi Profetizado como seria o Seu Sacrifício. Uma das Profecias mais conclusivas, indiscutivelmente clara, em Isaías 53: 1 a 12;

Foi Profetizado que seria da Tribo de Judá ( Gênesis 49: 8 a 10 );

Foi Profetizado que seria da Nação de Israel ( Números 24: 17 );

Foi Profetizado que seria da genealogia de Davi ( 1ª Crônicas 28: 7 );

Foi Profetizado que repartiriam as Suas Vestes, ( Salmos 22: 1 a 31 ) ( João 19: 24 );

Foi Profetizado, enigmaticamente, que nasceria de uma virgem ( Isaías 7: 14 ) ( Mateus 1: 21 );

Foi Profetizado que seria chamado de: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz ( Isaías 9: 6 );

Foi Profetizado como Pedra de Esquina ( Isaías 28: 16 ) ( 1ª Pedro 2: 6 ) ( Romanos 9: 33 );

Foi Profetizado que será Rei sobre toda a Terra ( Daniel 2: 44 ) ( Daniel 7: 26 e 27 ) ( Zacarias 14: 9 );

Foi Profetizado que entraria em Jerusalém montado em um jumento ( Zacarias 9: 9 ) ( Mateus 21: 5 );

Foi Profetizado que um Profeta (João Batista) prepararia o Seu Caminho ( Malaquias 3: 1 ; 4: 5 ) ( Lucas 1: 17 );

Foi Profetizado que reinará na Terra, durante o Milênio, enigmaticamente, e, Eternamente após o Milênio ( Lucas 1: 32 e 33 ); ( Zacarias 14: 9 )

Foi Profetizado que ressuscitaria como aconteceu, e, se apresentou aos seus Discípulos durante 40 dias antes de ser assunto ao Céu, de onde virá ( Marcos 9: 31 ) ( João 20: 17 ) ( Atos 1: 3 ) ( Atos 1: 11 )

Pela leitura das referências Proféticas, é desnecessário dizer quais já foram cumpridas;

A título de informação, para não estender desnecessariamente, deixo para consulta, mais as seguintes referências Proféticas, e individualmente sobre a pessoa de JESUS :

Salmos 72: 7 e 8 ; Salmos 72: 16 a 19 ; Isaías 11: 9 ; Isaías 32: 1e 2 ; Isaías 33: 6 e 17 ; Isaías 59: 20 ; Isaías 65: 20 ; Dn 4: 3 ; Dn 7: 18 ; Habacuque 2: 14 ; Amós 9: 11 ; Zc 9: 10 ; Zc 9: 16 ; Rm 14: 11 e 12 ; 1ª Co 15: 27 e 28 ; Hb 1: 8, 10 a 13 ; Hb 2: 9 e 10 ; Hc 2: 17 e 18 ; Hb 4: 14 a 16 ; Hb 7: 17, 21, 25 a 27 ; Hb 10: 14 a 18 ; Apoc 5: 9 a 10 ; Apoc 20: 4 ; Apoc 22: 20 e 21.

Diante das evidências relacionadas com JESUS, quaisquer outras afirmações OU comparações com quaisquer outros Líderes Religiosos, procurando desacreditar a Bíblia, mostra uma evidente opção pessoal de rejeição a DEUS,  caracterizando a ação do Espírito do AntiCristo que já opera de forma marcante, à nossa volta e no Mundo, mas só vai se revelar após o Arrebatamento da Igreja ( 2ª Tessalonicenses 2: 7 ). – MUITO EM BREVE.

A Bíblia tem uma Mensagem Divina para a Humanidade.

As Mensagens estão inseridas de forma enigmática e basta decifrar as partes, por revelação Divina, que notamos como se torna inócua qualquer aparente imperfeição – por culpa da imperfeição do Homem – em seu vasto conteúdo Teológico.

Jesus é o Seu Princípio, Meio e Fim.

Não precisa ser um bom observador para notar que não são coincidências as afirmações sobre Jesus, e sim, um Projeto que está sendo executado nos mínimos detalhes. O próximo passo será o Arrebatamento.

Muito em breve !

A BÍBLIA ACUSADA DE CONTRADIÇÕES

A Bíblia não tem contradições.

A Bíblia é um Livro Real, Vivo, Enigmático e Transcendental.

Se procurarmos motivos com bases literais, certamente vamos encontrar, pois, apesar de ser inspirada por Deus, foi escrita por humanos.

Acrescente-se, ainda, toda imperfeição de quem as fez chegar até nós através da Tradição Oral, dos Escritores e Tradutores ao longo de 6.000 anos;

Acrescentam-se, ainda mais, as diversas versões, fruto de interesses comerciais, que tem contribuído para alguns distanciamentos do texto original. Mesmo com tudo isso a Bíblia resiste, principalmente, ao seu maior Adversário – Satanás.

Quero deixar clara a minha opinião sobre os que procuram desacreditar a Bíblia, procurando classificá-la de forma espúria, em face de seu conteúdo mostrando as mazelas da Humanidade, tais como, incesto, adultério, crimes, traições, guerras, entre outras.

A Bíblia é um retrato vivo que mostra a situação do Homem, após ser expulso do Paraíso, em face de seu conteúdo mostrando, repito, as mazelas da Humanidade, tais como, incesto, adultério, crimes, traições, guerras, entre outras, em face do Mau que entrou no Mundo, através de Adão.

Mostra também as conseqüências do pecado do Homem e as providências de Deus para a redenção do Homem, e como ele pode voltar ao Paraíso.

A BÍBLIA, A LUZ E AS TREVAS

A Bíblia é um Livro Real, Vivo, Enigmático e Transcendental, repito !

Se procurarmos falhas de natureza cronológicas e literais, certamente vamos encontrar, pois, apesar de ser inspirada por Deus, foi escrita, copiada, traduzida,  por humanos, como explicado anteriormente;

As Mensagens estão inseridas de forma enigmática e basta decifrar as partes, por revelação Divina, que notamos como se torna inócua qualquer aparente imperfeição – por culpa da imperfeição do Homem – em seu vasto conteúdo Teológico, repito também.

Quando lemos a Bíblia nós temos a oportunidade de fazer duas escolhas:

Primeira = Ler a Bíblia procurando defeitos, contradições, imperfeições, mazelas, enfim, tudo que possa desacreditá-la;

Segunda = Ler a Bíblia procurando a Revelação de Deus para uma vida de Paz, Amor, Bondade, enfim, tudo que possa abençoar o próprio e o seu semelhante.

A Bíblia apresenta uma Mensagem enigmática, e cercada de todas as características do comportamento humano;

A sua Mensagem tem o propósito de mostrar ao Homem os dois caminhos de sua escolha;

Quando o Homem escolhe o caminho da leitura NEGATIVA, envolta em críticas, ele encontra um vasto espaço, E NÃO VÊ – fica em TREVAS;  (Mateus 7: 13 );

Quando  o Homem escolhe o caminho da leitura POSITIVA, ele encontra um apertado espaço, e então VÊ – fica envolto em LUZ –  como  milhões  em Cristo ( Mateus 7: 14 );

Diante dessas circunstâncias, podemos afirmar que a Bíblia não tem contradições, e sim, suas aparentes  imperfeições TAMBÉM têm um propósito Divino, enigmático, transcendental, misterioso;

Negar que a Bíblia tem aparentes imperfeições de toda natureza humana, é fugir à realidade – eu conheço as críticas sobre quase tudo;

Entretanto, existe um propósito para tudo debaixo do céu, e não é diferente com a Bíblia ( Eclesiastes 3: 1 );

Desacreditar a Bíblia, simplesmente, como explicado, sem entender que as pessoas humildes não estão em condições de uma análise teológica profunda do seu conteúdo, afastando-as de Deus,  será devidamente cobrado;

Citar a Bíblia, sem citar JESUS, é como querer beber em copo vazio – JESUS é o seu conteúdo.

JESUS é o seu Princípio, Meio e Fim, como diz João 5: 39 :

“Examinais as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna, e são elas mesmas que testificam de mim”

Não precisa ser um bom observador para notar que não são coincidências as afirmações sobre Jesus, e sim, um Projeto que está sendo executado nos mínimos detalhes. O próximo passo será o Arrebatamento.

UMA BREVE EXPLICAÇÃO SOBRE O CÂNON

Este assunto exige um profundo conhecimento sobre todo o processo que gerou os 66 Livros escolhidos dentre as centenas de Livros existentes à época em que o CÂNON foi formado;

Não resta dúvida que prevaleceu a Direção de Deus diante das enormes divergências até se chegar ao precioso, enigmático, transcendental, misterioso, MANANCIAL, porém, simples para os simples, e profundo para os Teólogos;

A Providência Divina atuou de forma sobrenatural em todo o Processo, diante das dificuldades dos Teólogos de se estabelecer quais Livros eram Divinamente Inspirados por Deus, apesar de alguns escolhidos estarem “contaminados” por citações de Apócrifos e Pseudepígrafos, conforme explicação a seguir:

ESCLARECIMENTOS IMPORTANTES

Muitos foram os Livros Apócrifos e Pseudepígrafos escritos pelos Judeus durante o período do Velho Testamento, como também, durante os primeiros séculos do Novo Testamento, que influenciaram o pensamento e ainda hoje influencia;

Pseudepígrafo = livro teológico escrito sob um falso nome.

Detalhes como as afirmações do Apóstolo Paulo quando diz não ser do Senhor, mas opinião própria sua ao abordar determinados assuntos ( 1ª Coríntios 7: 12 ), mostram que Deus permitiu tais assuntos para nosso discernimento em geral;

A escolha de Matias é outro exemplo quando da escolha do substituto de Judas Iscariotes. Este é um exemplo claro de iniciativa apressada e sem a direção de Deus. Não foi de Deus a iniciativa, e sim, dos homens, pois o escolhido não deixa dúvidas que foi Paulo de Tarso na Estrada de Damasco, pessoalmente, por Jesus, como fez com todos os seus Apóstolos ( Atos 1: 15 a 26 ) ( Atos 9: 1 a 9 );

O Livro de Judas é muito mais um documentário do que um Livro Profético. Judas 6 cita algo sobre os Anjos Caídos que certamente tomou conhecimento através do Livro de Enoque – um dos principais Pseudepígrafos;

Uma das afirmações do Livro de Enoque diz que os filhos de Deus, em Gênesis 6: 2 e 4, referem-se a Anjos, e que os Anjos deixaram o seu estado natural e se “casaram” com mulheres do Período Antediluviano, gerando homens especiais;

Esta afirmação contradiz o que Jesus afirma sobre os Anjos que não se casam e nem se dão em casamento ( Mateus 22: 30 ), logo, o Livro de Enoque não pode ser considerado de inspiração Divina, e nem a afirmação de Judas 6 que foi influenciado por colocações heréticas e apócrifas;

Existem citações emprestadas de Apócrifos e Pseudepígrafos em outros Livros Canônicos, que deixo para os interessados em estudar o assunto, pesquisar nas Enciclopédias que tratam dos mesmos, ou, exigir que os Seminários Teológicos os abordem em seus currículos;

No meu Livro “Assuntos Polêmicos da Bíblia” eu explico que os filhos de Deus, citados no Livro de  Gênesis e no Livro de Jó,  foram  descendentes de Adão e Eva que nasceram antes do Pecado, isto é, durante o Período Edênico;

Os Filhos de Deus e os filhos de Deus

Filho de Deus com “F” ( maiúsculo ) trata-se de Jesus, pela Sua Divindade;

filho de Deus com “f” ( minúsculo ) trata-se do Homem, conforme circunstâncias a seguir:

Os filhos de Deus de Gênesis 6: 2 e 4, e, Jó 1: 6 ; Jó 2: 1 ; Jó 38: 7, referem-se aos descendentes de Adão e Eva, gerados no Período Edênico, CONTEXTUALIZANDO , com a referência em Lucas 3: 38, em que Adão é chamado de filho de Deus, literalmente;

Os filhos de Deus de Oséias 1: 10, referem-se aos filhos de Israel ( Judeus ), como povo ( Nação ) escolhido de Deus;

Os filhos de Deus de Mateus 5: 9: Gálatas 3: 26 ; Filipenses 2: 15  e 1ª João 3: 12, referem-se a todos os que aceitaram Jesus como o seu único e Eterno Salvador, passando a ser irmão co-herdeiro de Jesus, e, consequentemente filho de Deus.

Todos os filhos de Deus, em Cristo Jesus, são irmãos entre si, pelo sangue de Jesus.

Quanto aos Anjos encerrados em cadeias por sua “periculosidade”, prende-se ao fato de que eram possuidores de qualidades especiais e que após a queda transformaram-se em Demônios que não podem ficar livres para provar a Humanidade, como é o objetivo dos que estão soltos, por enquanto ( Ver  o Artigo “A Origem do Mau”, no Site )

Detalhes no Livro de Judas, entre outros, é um exemplo que qualquer Servo de Deus pode ser influenciado por informações heréticas, apócrifas e pseudepígrafas;

Pseudepígrafo = livro teológico escrito sob um falso nome.

A Bíblia revela o certo e o errado, o bem e o mal, o Bom e o Mau, o Céu e o Inferno;

Conhecer, Entender e Discernir são ações que contextualizam com o ensino de que o Reino de Deus é tomado por esforço, e os que se esforçam apoderam-se DELE;

Interpretar a Bíblia de forma literal é o mesmo que QUERER interpretar literalmente um Enigma;

Todas as informações bíblicas são na Verdade ensinamentos para correção de rumos, de atitudes, de ética, moral e valor;

A Bíblia é a Palavra de Deus, literal, enigmática, transcendental, figurada, simbólica, misteriosa, ao mesmo tempo, simples e fácil de alcançar os corações abertos para recebê-LA.

Muitas são as informações heréticas, apócrifas e pseudepígrafas que influenciaram e continuam influenciando, porém a Verdade nós temos que buscar através de conhecimento, entendimento que depende de esforço pessoal, e discernimento que é Dom de Deus.

Discernimento é um Dom dado por Deus ( 1ª Coríntios 12: 10 )

As Escrituras Sagradas possuem superficialidades claras, e, profundos e enigmáticos sentidos espirituais do Reino Celestial;.

O Ministério do Apóstolo Paulo é o exemplo mais positivo dessa exploração em profundidade.

EXEMPLO DE PROFUNDIDADE – PARA REFLEXÃO

Jó 38: 7 :Quando as estrelas da alva juntas alegremente cantavam, e todos os filhos de Deus jubilavam?

“estrelas da alva juntas” = Astros celestes

“filhos de Deus” = descendentes de Adão e Eva nascidos antes da Queda – Período Edênico.

Para entender o versículo de Jó 38: 7,  precisa entender o Salmos 148: 1 a 14

Entender o Salmos 148, precisa entender  Marcos 15: 33

Desta forma deixo uma reflexão a seguir para o seu discernimento:

A CRIAÇÃO INANIMADA NÃO RECONHECEU O CRIADOR

“Chegada a hora sexta, houve trevas sobre toda a Terra, até a hora nona” [Marcos 15:33].

Foram três horas de trevas, logo, não foi um fenômeno natural como um eclípse !

A Bíblia afirma que Deus criou o Mundo para o Seu louvor e adoração, e, que todas as coisas foram criadas dEle, por Ele e para Ele.[Romanos 11:36].[João 1:3].

O Salmos 148:1 a 14, mostra como a Criação reverencia o Seu Criador, por exemplo :

Louvai-o, Sol e Lua: Salmos 148:3 – numa prova de que tudo que existe emanou do Criador de forma transcendental e enigmática. [Colossenses 1:13 a 23]. – está dizendo que a criação inanimada, de forma transcendental, louva e adora ao Criador.

O Homem é o único que tem o livre arbítrio para adorar o Criador, tanto é verdade que João 4: 23 e 24 afirmam que Deus procura adoradores que O adorem em espírito e em verdade.

Jesus é a Pessoa da Trindade que possui o Atributo Divino da Onipotência quando afirma que possui todo o poder no Céu e na Terra. [Mateus 28:18].[Filipenses 3:21].

As provas da Onipotência de JESUS são inúmeras em toda a Bíblia e evidenciadas no Novo Testamento, sendo que a afirmação mais conclusiva está em Marcos 4: 41 quando os discípulos diziam uns aos outros: “quem é este que até o vento e o mar lhe obedecem?”

Você entende, após estas colocações, por que se fez trevas sobre toda a Terra da hora sexta [12:00h] até à hora nona [15:00h], quando Jesus foi crucificado?

– A resposta está em que a Criação Inanimada – que emanou do Criador – não reconheceu naquelas horas o Criador – que desceu da Sua Glória – e de forma transcendental e enigmática, “revoltou-se”, “indignou-se”, diante do estado pecaminoso que Jesus assumiu em favor do pecador, durante àquelas horas de vida na cruz.

Quem pode entender tão profundo mistério?!

ENIGMA, DOS ENIGMAS

Números 12: 8 = “Boca a boca falo com ele, claramente, e não por enigmas…”

Os Manuscritos do Mar Morto mostram as comprovações de parte das Escrituras Divinamente Inspiradas, bem como, parte das “sementes” não inspiradas de Livros Apócrifos e Pseudepígrafos, deixando claro sua influência em Jerusalém, antes e depois de Cristo Jesus;

Precisa ficar claro que a Bíblia composta do Velho Testamento e do Novo Testamento constitui um único e complexo Enigma, de Enigmas;

Todas as citações Divinamente Inspiradas encaixam-se na elucidação das profecias enigmáticas, contextualizando-se em Exegese e Hermenêutica;

Desta forma a Verdade Celestial constituem-se de progressiva Revelação que acontece, no devido tempo, por Obra e Graça de Deus;

As citações de “natureza” não inspiradas ficam inócuas diante das Verdades Enigmáticas de Deus, e desta forma podemos distinguir o “joio” do “trigo”.

A Bíblia é antes de tudo um completo e vasto Campo de todas as espécies de alimento para a Alma, principalmente o “trigo” plantados pelo Criador, porém o Diabo sempre procurou e conseguiu semear o “Joio” neste vasto e completo Campo, contextualizando, enigmaticamente, com a afirmação de Jesus, em Mateus 13: 24 a 30 e Apocalipse 21: 27;

A ENIGMÁTICA PARÁBOLA DO TRIGO E DO JOIO

MATEUS 13

24 =”Propôs-lhes outra parábola dizendo: o reino dos céus é semelhante ao homem que semeia boa semente no seu campo”;

Detalhe Significante : “Reino dos Céus” = Tudo e todos que estão envolvidos na Obra de Deus, contextualizando com a afirmação de Jesus em“venha a nós o vosso reino”

25 = “Mas, dormindo os homens, veio o seu inimigo, semeou joio no meio do trigo, e retirou-se”;

26 = “E, quando a erva cresceu e frutificou, apareceu também o joio”;

27 = “E os servos do pai de família, indo ter com ele, disseram-lhe: Senhor, não semeaste tu no  teu campo boa semente? Por que tem então joio?”;

28 = “E ele lhes disse: Um inimigo é que fez isso. E os servos lhe disseram: Queres pois que vamos arrancá-lo?”

29 = “Porém ele lhes disse: Não; para que ao colher o joio não arranqueis também o trigo com ele’;

Torna-se humanamente temeroso retirar as citações apócrifas e pseudepígrafas do texto sagrado, sem atingir e prejudicar o texto inspirado, bem como, sem contrariar o que diz Apocalipse 22: 18 e 19

30 = “Deixai crescer ambos juntos até à ceifa; e, por ocasião da ceifa, direi aos ceifeiros: Colhei primeiro o joio, e atai-o em molhos para o queimar; mas o trigo ajuntai-o no meu celeiro”.

Jesus está falando de “trigo” – que dá o “Pão da Vida “ ( João 6: 48 ), isto é, alimento como forma enigmática de Palavra de Vida Eterna, sendo o “Joio” uma forma enigmática de palavra estranha que contamina ( Apocalipse 21: 27 ).

APOCALIPSE 21: 27 = “E não entrará nela coisa alguma que contamine, e cometa abominação e mentira; mas só os que estão inscritos no livro da vida do cordeiro”

“coisa” , refere-se a algo e não pessoa, enigmaticamente.

A Parábola está falando da Palavra de Deus inspirada simbolizada pela semente do Trigo, e, as não inspiradas simbolizada pelo Joio, sob a influência do inimigo ( Satanás );

Como o Joio será arrancado primeiro, logo, não existe nenhuma contextualização bíblica que mostra o Mau sendo arrancado antes do arrebatamento, e, sim será o último a ser lançado no Lago de Fogo ( Apocalipse 20: 11 a 15 );

Tratando-se ser o “Trigo”, na interpretação da Parábola, como a Palavra de Deus inspirada, e, o “Joio” a não inspirada, que será arrancada primeiro, logo, a  referência que contextualiza de forma enigmática está em Mateus 15: 13:

Mateus 15: 13 = “Ele, porém, respondeu: Toda planta que meu Pai celestial não plantou, será arrancada”

APOCALIPSE 14: 6 esclarece o Enigma das contaminações ao afirmar que será proclamado um Evangelho Eterno, sem as contaminações existentes:

Apocalipse 14: 6 = “ E vi um anjovoar pelo meio do céu, e tinha um evangelho eterno, para oproclamar aos que habitam sobre a terra, e a toda a nação, e tribo, e língua, e povo”.

EVANGELHO ETERNO =Uma forma enigmática  em que o “Joio”, ou palavra estranha, não inspirada por Deus, SERÁ RETIRADA, e não terá mais lugar, isto é, será um Evangelho em que estarão todas as revelações de Deus desde o Princípio de tudo e de todos. Esta Profecia enigmática tem sentido de aplicação a partir do Milênio, pelo seu transcendentalismo Messiânico, ou, precisamente a partir da Jerusalém Celestial, onde tudo se fez novo, no Novo Céu e na Nova Terra;

Identificar hoje o “Joio” neste vasto e complexo Campo é tarefa dos que estão familiarizados com o Campo, e estudam as características do Campo.

A Parábola do Joio e do Trigo apresenta uma conhecida interpretação paralela e intrínseca, explicada por Jesus, em Mateus 13: 36 a 43,  apontando o “trigo” como os que vão herdar a Vida Eterna, e o “joio”, os que não vão herdar a Vida Eterna

RESUMINDO:

Qual a explicação para que a Palavra de Deus esteja contaminada com citações apócrifas e pseudepígrafas ? ( Apocalipse 21: 27 )

Seria um absurdo que um Ser Onisciente, Onipotente e Onipresente que criou o Céu e a Terra, isto é o Universo, tenha Inspirado a constituição da Bíblia irresponsavelmente, com aparentes contradições e aparentes imperfeições;

“aparente” = por ser provocada pelo Homem

Pode parecer esdrúxulo que Deus permitiu que o Diabo tenha introduzido “semente” no meio das Escrituras Sagradas;

Na verdade foram os homens ( “escritores” ) que “dormiram”, conforme afirmação de Jesus em Mateus 13: 25;

25 = “Mas, dormindo os homens, veio o seu inimigo, semeou joio no meio do trigo, e retirou-se”;

“semeou joio no meio do trigo, e retirou-se” = influenciou a escrita apócrifa e pseudepígrafa, e retirou-se, isto é, Satanás influenciou as citações apócrifas e pseudepígrafas, e retirou-se como forma de mostrar que não foi ele o responsável, enigmaticamente. Em outras palavras, é como alguém que fez algo sem ser percebido (identificado ).

A Parábola do Joio e do Trigo é complexamente enigmática e possui dois sentidos:

O sentido da semeadura caracterizada pela Palavra Inspirada e não inspirada

O sentido do produto que a semeadura inspirada e não inspirada, produzem

SENTIDO DA SEMEADURA  – Trata-se do conteúdo das Escrituras como um todo em relação à Palavra inspirada por Deus e a não inspirada, mas influenciada pelo Diabo ( Mateus 13: 39 );

Do exposto fica o seguinte discernimento:

A Semente é a Palavra de Deus inspirada ( Mateus 13: 1 ) ( Mateus 13: 24 )

O Trigo é o produto da Semente de Deus ( Mateus 13: 38 ) ( Mateus 13: 43 );

O Joio é a semente estranha e imprestável semeada pelo Diabo ( Mateus 13: 25 ) ( Mateus 13: 28 a 39 );

JOIO = Semente da planta ( Lolium Temuletum ) da família das gramíneas, que nasce habitualmente entre o trigo ( Botânica );

A CEIFA É O FIM DO MUNDO ( Mateus 13: 39 ) = Processo que dará lugar ao Novo Céu e Nova Terra, conforme Apocalipse 21: 1 a 27.

DETALHE ENIGMÁTICO E  SIGNIFICATIVO DA PARÁBOLA:

Na Ceifa o Joio será colhido primeiro ( Mateus 13: 30 ), caracterizando a palavra semeada pelo Diabo, sendo retirada das Escrituras Sagradas. Em nenhuma Profecia, o Mau e suas manifestações serão retirados primeiro, e sim, o último a ser destruído, após o Arrebatamento e durante o Juízo Final;

Mateus 13: 30:

30 = “Deixai crescer ambos juntos até à ceifa; e, por ocasião da ceifa, direi aos ceifeiros: Colhei primeiro o joio, e atai-o em molhos para o queimar; mas o trigo ajuntai-o no meu celeiro”.

O último inimigo a ser destruído é a morte, isto é, o Mau., logo, os molhos de “JOIO” que serão colhidos primeiro equeimados em feixe, são, enigmaticamente, as porções apócrifas e pseudepígrafas introduzidas nas Escrituras Sagradas.

Eu ouso afirmar que a passagem de Mateus 13: 30 está  referindo-se a retirada das citações não inspiradas por Deus, das Escrituras Sagradas, contextualizando com o Evangelho Eterno a ser proclamado conforme a referência em Apocalipse 14: 6:

Apocalipse 14: 6 = “E vi outro anjo voar pelo meio do céu, e tinha o evangelho eterno, para proclamar aos que habitam sobre a terra, e a toda nação, e tribo, e língua, e povo”

“para proclamar” = futuro

SENTIDO DO PRODUTO DA SEMEADURA:

Este CONHECIDO sentido, ou interpretação,  está evidenciado nas explicações ENIGMÁTICAS de Jesus a respeito do produto que a semeadura produz no Campo quanto aos Salvos e não Salvos ( Mateus 13: 36 a 43 );

Mateus 13:

36 = “Então, tendo despedido a multidão, foi Jesus para casa. E chegaram ao pé dele os seus discípulos, dizendo: Explica-nos a parábola do joio do campo”

37 = “E ele, respondendo, disse-lhes: o que semeia a boa semente, é o Filho do homem;

38 = “O campo é o mundo; e a boa semente são os filhos do reino; e o joio são os filhos do maligno”;

39 = “O inimigo, que o semeou, é o diabo; e a ceifa é o fim do mundo; e os ceifeiros são os anjos”.

40 = “Assim como o joio é colhido e queimado no fogo, assim será na consumação deste mundo”.

41 = “Mandará o Filho do homem os seus anjos, e eles colherão do seu reino tudo o que causa escândalo, e os que cometem iniqüidade”.

“do seu reino” =Tudo e todos que estão envolvidos na Obra de Deus

“e eles colherão do seu reino tudo o que causa escândalo” = a palavra não inspirada ( tudo)

“e os que cometem iniqüidade” = não deixa dúvidas que se trata de pessoas ( os que ) constituíram e constituem Ministérios “contaminados” por Heresias e Apócrifos, contextualizando com Mateus 7:  21 a 23

42 = “E lançá-los-ão na fornalha de fogo; ali haverá pranto e ranger de dentes”.

43 = “Então os justos resplandecerão como o sol, no reino de seu Pai. Quem tem ouvidos para ouvir, ouça”.

A Parábola é complexamente enigmática, pois nesta CONHECIDA interpretação o “trigo”, produto da semeadura Divinamente inspirada, ( os que serão Salvos e vão herdar a Vida Eterna ) serão tirados primeiro, e o “Joio”, sendo agora produto da semeadura maligna, (os que não vão herdar a Vida Eterna ) passarão pelo Juízo Final de Deus, principalmente os que conhecendo a Verdade das Escrituras, optaram por serem “Joio”, como é o caso de Ministérios “contaminados” por Heresias e Apócrifos ( Mateus 7: 21 a 23 );

Sobre Ministérios “contaminados”, por ser um assunto extenso, futuramente estarei apresentando Artigo em separado.

Dentro da explicação da Parábola, o detalhe intrínseco e  enigmático que causa escândalo ( Mateus 13: 41 ), e contextualiza com aquilo que causa abominação e mentira (Apocalipse 21: 27),  é explicado pela semeadura maligna que será colhida, isto é, será retirada do Evangelho, que será substituído pelo EVANGELHO ETERNO ( Apocalipse 14: 6 ). Única explicação paraDeus proclamar um EVANGELHO ETERNO sem citar o Torá, os Profetas, O Velho Testamento e o Novo Testamento;

EVANGELHO ETERNO = Princípio, meio e fim de toda a Criação dos Anjos, Criação do Homem, Criação Animada e Criação Inanimada, incluindo e esclarecendo o constante de Deuteronômio 29: 29;

Quem pode entender tamanho Mistério ?!

UMA PAUSA PARA REFLEXÃO:

O PÃO E O VINHO

A Teologia é a Ciência dos enigmas de Deus. ( No meu entendimento )

A Teologia é uma Ciência e a Bíblia é o Livro Teológico que contém toda a verdade, porém encoberta por enigmas, e revelados no devido tempo por Deus.

A Bíblia em Gênesis 2:16 e 17 diz que Adão podia comer do fruto de todas as árvores do Jardim do Éden, porém não podia comer da Árvore do Conhecimento do Bem edo Mal, que o tornaria mortal, isto é, perderia a imortalidade, e, se após comer da Árvore Proibida, comesse da Árvore da Vida, seria um eterno pecador, sem salvação. Por isso foi expulso do Éden e Jardim do Éden, antes de comer da Árvore da Vida, após comer da Árvore Proibida (Gênesis 3:22,23,24).

O Jardim do Éden tinha a Árvore da Vida que dava a imortalidade, logo, Jesus era e é essa Árvore da Vida, enigmaticamente, simbolizando a Videira Verdadeira (João 15:1 a 27); carne ( pão ) e sangue ( vinho ), como verdadeira comida e bebida (João 6:53 a 57); pão e vinho, como corpo e sangue (Marcos 14:22 a 25) – simbolizado na Santa Ceia, como Memorial;

Preste atenção no simbolismo a seguir:

No Jardim do Éden a Árvore da Vida eram o pão e vinho, simbolicamente, e, Adão era o Sumo Sacerdote do Deus Altíssimo que não podia ter o pecado da Árvore do Conhecimento do Bem e do Mal, em comparação com o Sumo Sacerdote Levítico, que não podia estar em pecado;

Melquisedeque era Sacerdote do Deus Altíssimo e tinha o Pão e Vinho, simbolicamente, o Corpo e Sangue de Jesus, que serviu a Abraão, como uma Santa Ceia; profeticamente; ( Gênesis 14: 18 );

Jesus é o Sumo Sacerdote que tem o Pão e Vinho como o símbolo do seu Corpo e Sangue e que dá Vida aos que os comem e bebem, dignamente – Santa Ceia;

A Bíblia afirma em 1ª Coríntios 11:27 que quem participa do Pão e do Vinho, indignamente, na Santa Ceia, come e bebe para a sua condenação, assim como Adão não podia comer da Árvore da Vida, após estar em pecado.

Jesus afirma que quem não come o Pão e não bebe o Vinho, em comunhão com os demais irmãos cristãos, da Igreja, não tem vida e nem comunhão com Ele (Jesus). (João 6:41 a 59) (Lucas 22:19 e 20).

O Pão e o Vinho são símbolos teológicos que mostram e apontam para Jesus, desde Adão, Melquisedeque e ainda hoje.

Pense nisso:

O pão vem do trigo que vem de uma planta;

O vinho vem da uva que vem de uma planta – Videira.

Árvore da Vida!

Adão tinha a sua disposição a Árvore da Vida.

Melquisedeque tinha o pão e o vinho (Gênesis 14:18).

Jesus é o Pão e o Vinho.

RESUMINDO

A Bíblia não é um Livro qualquer !

A Bíblia não pode ser lida de forma literal como os outros livros, pois seu conteúdo apresenta-se de forma enigmática na maior parte de Gênesis a Apocalipse;

Detalhes aparentemente insignificante contêm profundos sentidos figurados, simbólicos, transcendentais, misteriosos, como por exemplo, a afirmação em Gênesis 1: 26 sobreImagem e Semelhança ( Ver Artigo “Imagem e Semelhança”, no Site );

Na citação da Parábola, em Mateus 13: 24 a 30, a ênfase é a semeadura da Palavra Divinamente inspirada, BEM COMO, a palavra maligna introduzida pelo Diabo, caracterizada como “joio”;

Na explicação da Parábola, em Mateus 13: 36 a 43, a ênfase é o produto da semeadura caracterizado pelo “trigo” ( os que vão herdar a Vida Eterna ), BEM COMO, pelo “joio” ( os que não vão herdar a Vida Eterna );

ATENÇÃO: O “Joio” é semente na citação da Parábola, e, produto na explicação da Parábola, enigmaticamente;

DETALHE ENIGMÁTICO SIGNIFICANTE:

Quando interpretada literalmente a Parábola do Joio e do Trigo apresenta uma aparente contradição, quando diz que o Joio será colhido primeiro que o Trigo;

Enigmaticamente, numa primeira interpretação, o Joio trata-se de algo e não de pessoas, como explicado sobre a palavra não inspirada que será retirada das Escrituras, e, o Trigo, a Palavra Divinamente Inspirada que será substituída pelo Evangelho Eterno ( Apocalipse 14: 6 );

Em nenhuma interpretação escatológica o Mau, ou as manifestações do Mau, ou o produto do Mau, será tirado antes das manifestações do Bom, ou do produto do Bom; ( Sobre o Bom e o Mau, ver o Artigo “ A ORIGEM DO MAU”, no Site )

A certeza de que o “joio” é, numa primeira interpretação, a semente- ( palavra ) – não inspirada, está no fato de que o Diabo conseguiu introduzi-la no meio das palavras Divinamente inspiradas, mas que no final dos tempos – ceifa – serão retiradas em molhos, isto é, por partes distintas e queimadas, conforme Mateus 13: 30 e 40;

Não esquecer que a Salvação, assim como, o Juízo Final, é individual, e não por grupos ou coletividades, etc.

Precisa ficar claro que existem citações, COMPROVADAMENTE, emprestadas de Livros Apócrifos e Pseudepígrafos, contidas em Livros Canônicos da Bíblia, que entretanto não tiram o valor do conteúdo Divinamente Inspirado;

Satanás, além de Livros sob sua influência, conseguiu influenciar homens de Deus que “dormiram”, isto é, não vigiaram, e foram influenciados pelas Obras Apócrifas e Pseudepígrafas, que causaram e estão causando confusão, descrédito e desunião, próprias da “natureza”do Mau.

Como foi possível acontecer estas introduções não inspiradas, Jesus CITA, enigmaticamente, na Parábola do Joio e do Trigo ( “dormiram”, isto é, não vigiaram );

A citação mais conhecida está em Judas 6 e Judas 14 e 15; Entretanto existem outras, conforme ampla exposição sobre o Livro de Enoque, e outros, mostrados na Enciclopédia de Bíblia , Teologia e Filosofia, Volume 2, Página 381 a 390 -Editora Candeia, que deixo a cargo de quem desejar aprofundar-se neste pormenor;

O ANTICRISTO

O momento – período que estamos vivendo – é muito delicado.

As forças do Mau estão aplicando todas as suas estratégias.

Estamos vivendo os últimos tempos – dias – da Igreja na Terra.

Jesus está prestes a Arrebatar Sua Igreja ( 1ª  Coríntios 15: 50 a 52 )

Não passará esta geração Israelense nascida em 1948 e que completará 70 anos em 2018. ( Lucas 21: 32 )( Salmos 90: 10 afirma que uma geração, biblicamente, é de 70 anos). Ver o “Enigma do Setenta, no Site;

O Anti-Cristo certamente já é nascido, isto é, já vive entre nós em idade adulta e somente se revelará após o ARREBATAMENTO da Igreja ( 2ª Tessalonicenses 2: 1 a 6 )

PRESTE ATENÇÃO:

Jesus é o Cristo, assim sendo, o AntiCristo terá por obrigação apresentar as mesmas características, porém em sentido contrário:

Por Exemplo: Jesus é Profeta, Sumo Sacerdote e Rei.

O ANTICRISTO será:Falso Profeta, Religioso com característica de Sacerdote ( maligno ), e Governante ( maligno ).

A ação do AntiCristo está limitada ao período da Grande Tribulação ( 2ª Tessalonicenses 2: 7 a 12 )

O deus deste século – O Estrategista do Mal – “está cegando” com “facilidades” e“felicidades” do Mundo Moderno em Ciência, prazeres e tecnologia avançada. (Daniel 12: 4 );

A Ciência é de Deus, mas Satanás a utiliza nas suas estratégias;

Só não vê quem não quer !!!

DEIXADO PARA TRÁS –

Quando nós olhamos para o Cenário Mundial nós assistimosatravés dos Órgãos de Comunicações , principalmente da Televisão e Internet…o penúltimo Capítulo…

Os Personagens hoje somos todos nós…

O Último Capítulo durará 7 (SETE) anos e vai começar com o Arrebatamento da Igreja

Os Personagens do Último Capítulo serão, entre outros,  os que hoje não acreditam que esse Capítulo acontecerá.

PARA REFLEXÃO

Na Teologia Bíblica, Satanás está sempre procurando imitar os procedimentos Divinos;

Na prática de Sacrifícios de animais do Antigo Testamento, nós vemos hoje a prática de sacrifícios de animais e aves, pelos que praticam a bruxaria e feitiçaria, etc…

O poder perdoador do Sangue, tanto dos animais, no Velho Testamento, como o Sangue de JESUS, no Novo Testamento, é um dos mais profundos enigmas da Bíblia, mas que se discerne nas seguintes referências Bíblicas : ( João 1: 3 ) ( Romanos 11: 36 ) ( Colossenses 1: 13 a 23 );

O PODER PERDOADOR DO SANGUE

Por que o sangue dos animais sacrificados, no Antigo Testamento, tinha poder perdoador de pecados ? [Levítico 1: 4].

A resposta a Bíblia nos mostra através de alguns versículos dos quais citarei 4 [quatro], e farei uma breve explanação sobre o assunto.

Romanos 11: 36 diz: Porque dEle e por Ele, e para Ele, são todas as coisas; glória pois a Ele eternamente. Amem.

João 1: 3:Todas as coisas foram feitas por Ele, e sem Ele nada do que foi feito se fez.

João 1: 10: Estava mo Mundo, e o Mundo foi feito por Ele, e o Mundo não O conheceu.

Colossenses1:16: Porque nEleforam criadas todas as coisas que há nos Céus e na Terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades: tudo foi criado por Ele e para Ele.

O sangue dos animais tinha poder perdoador porque, indiretamente, era e é, originariamente, de JESUS, pois, todas as coisas foram criadas dEle, conforme os versículos citados. Ao ser consagrado o animal para o sacrifício, o sangue do mesmo assumia um poder perdoador individual e transitório, enquanto a pessoa não cometesse outro pecado. Por isso a constante prática do sacrifício – no Antigo Testamento.

Foi necessário que o próprio Emanuel – Deus Conosco – JESUS assumisse a forma humana para que o Seu Sangue diretamente em sacrifício vivo e eficaz consagração anulasse o pecado para sempre em quem O aceita como Salvador Eterno.

Cientificamente e Teologicamente a Vida está no sangue [Deuteronômio 12: 23] [Levítico 17: 11].

Sem derramamento de sangue em sacrifício vivo e eficaz consagração, não há remissão de pecados [Hebreus 9: 22].

Este e mais 80 assuntos enigmáticos leia no livro Assuntos Polêmicos da Bíblia, página 27 – A Purificação.

CONCLUSÃO

“E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará ( João 8: 32 )

QUE É A VERDADE ?

– É  O  QUE NÃO SE PODE NEGAR

Eu respondi de forma objetiva, agora vou responder de forma teológica.

Os Filósofos gregos da época anteriore contemporâneos de Jesus, questionavam sobre o sentido da Verdade – buscando uma explicação para tudo o que não conseguiam entender em relação à vida, ao Universo e a Deus, como criador de todas as coisas.

Jesus então diz para Pilatos, um romano culto, que se ele conhecesse a Verdade, a Verdade o libertaria da sua dúvida filosófica. (João 18: 37 e 38 ).

18:37 Disse-lhe, pois, Pilatos: Logo tu és rei? Jesus respondeu: Tu dizes que eu sou rei. Eu para isso nasci, e para isso vim ao mundo, a fim de dar testemunho da verdade. Todo aquele que é da verdade ouve a minha voz.

18:38 Disse-lhe Pilatos: Que é a verdade? E, dizendo isto, tornou a ir ter com os judeus, e disse-lhes: Não acho nele crime algum.

Jesus estava dizendo o que em outro sentido a Verdade se define : Representação Fiel.

“Quem me vê a mim, vê o Pai” ( João 14: 9 ) Jesus estava dizendo ser Ele a Verdade, isto é, o Representante Fiel de Deus, naquele momento histórico e teológico.

Desta forma Jesus disse para Pilatos que se ele ,Pilatos, QUE CONHECIA SUA FICHA política, e religiosa, através do Serviço Secreto Romano, seria SALVO, LIBERTO E ETERNO.

Pilatos deu às costas sem dar uma palavra, pois entendeu perfeitamente as palavras Filosóficas/Teológicas do Mestre (João 18: 38).

Agora, quantos estão entendendo e também estão fazendo o mesmo ?

Certamente, tudo o que está na Palavra de Deus, tem um sentido muito maior do que aparenta e é uma Mensagem oculta, mas discernida por Obra e Graça do Espírito Santo.

Pense !

O Filho do homem é Jesus (Mateus 13: 41 )

Jesus é A Palavra de Deus ( Apocalipse 19 : 13 )

A Palavra de Deus é a SEMENTE  Divinamente inspirada ( Mateus 13: 24 )

A SEMENTE  Divinamente inspirada produz o “trigo” (Mateus 13: 29 )

O “trigo” é o “pão da vida” ( João 6: 48 )

O “pão da vida” é o alimento de Vida Eterna ( João 6: 58 )

A Vida Eterna é JESUS ( João 11: 25 )

JESUS é semente, trigo e pão ( Romanos 11: 36 ) ( João 1: 3 )

JESUS é semente, produto e alimento

JESUS é homem, Deus e Vida Eterna.

Este ARTIGO é conseqüência de uma Batalha Espiritual em uma Comunidade do ORKUT, onde a Palavra de Deus e o Cristianismo foram colocados em descrédito por uma influência do AntiCristo, que operava, opera e vai se revelar, na Grande Tribulação ( 2ª Tessalonicenses 2: 7 ).

Sugiro que esta Mensagem seja divulgada, copiada em Arquivo no computador e Impressa, distribuída, publicada onde houver espaço, enfim, que alcance os Confins da Terra. (Atos 1: 8).

A BÍBLIA, JESUS E O ANTICRISTO deve ser um instrumento para mostrar, PRINCIPALMENTE,  as Profecias sobre JESUS – A VERDADE.

PENSE NISSO:

INDIFERENÇA E INGRATIDÃO

Sobre este Assunto acessar a Seção “O AUTOR”, no Site.

………………………………………X………………………………………..

Este Artigo é de inspiração posterior à publicação do Livro anunciado no Site.

Próximos Assuntos a serem incluídos no Site, paulatinamente:

– O Profético e Enigmático Arrebatamento da Igreja de Cristo

– O Enigma da Grande Tribulação

– O Profético Reino Milenial

– Sinais de Deus antes de Juízo

– Etc

6 comentários para A BÍBLIA, JESUS E O ANTICRISTO

  • FABRICIO SANTOS  disse:

    gOSTARIA DE PARABENIZALO PELO ARTIGO, SEM DUVIDAS, PARA MIM, O MELHOR ATÉ AGORA, LÚCIDO E CLARO. GOSTARIA DE UM ESCLARECIMENTO, SE POSSIVEL! QUANDO JESUS DIZ “SEDES SANTO” COMO MEU PAI É SANTO E QUANDO DIZ QUE “QUE SE TIVERMOS FÉ PODEREMOS FAZER MAIS COISAS DO QUE ELE” É UM PORÇÃO APOCRIFA SEMEADA TAMBÉM? POIS PAULO DIZ QUE DEVEMOS SER, COMO ELE, “IMITADORES” DE CRISTO, OU SEJA MEROS IMITADORES, NUNCA MAIOR DO QUE ELE OU FAZER MAIS OBRAS DO QUE ELE.

    • Onir Francisco Damas  disse:

      Prezado Fabrício

      A Bíblia não pode ser interpretada de forma Literal;

      Almeida Revista e Atualizada

      Mateus

      5.48 Portanto, sede vós perfeitos como perfeito é o vosso Pai celeste.

      Ninguém pode ser Perfeito como Deus; Jesus está dizendo que nós devemos nos esforçar em busca da Perfeição; Desta forma estaremos sempre no Rumo certo da Salvação;

      Quanto a sua pergunta sobre a Fé ensinada por Jesus, Ele deixou claro que iria para o Pai, isto é, estaria com a Trindade Divina para atender àqueles que ousar mais do que Ele fez encarnado:

      João

      14.12 Em verdade, em verdade vos digo que aquele que crê em mim fará também as obras que eu faço e outras maiores fará, porque eu vou para junto do Pai.

      Novamente fica evidente que a interpretação não pode ser Literal; Ninguém pode ser maior que Jesus, o PAI, e o Espírito Santo;

      João

      15.5 Eu sou a videira, vós, os ramos. Quem permanece em mim, e eu, nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer.

      Nós só podemos fazer Obras Maiores com a ajuda dEle;

      Fique na Paz de Jesus.

      Onir

  • Carlos Henrique Mendes  disse:

    FANTÁSTICO!!!!! QUE DEUS TE ABENÇOE E TE ILUMINE CADA DIA MAIS. QUERO SABER SE VC TEM OUTROS ARTIGOS COM REFERENCIA AO ARREBATAMENTO PÓS E PRE TRIBULAÇÃO? PRECISO DE AJUDA SOBRE ESSE ASSUNTO POIS ESTOU PERDIDO, CONFESSO. SEMPRE ACREDITEI E FOI-ME ENSINADO SOBRE A IGREJA SER RETIRADA ANTES DA TRIBULAÇÃO, MAS NOS ULTIMOS TEMPOS TENHO VISTO UMA GRANDE GUERRA SOBRE O QUE ELES CHAMAM DE ”ARREBATAMENTO SECRETO”. FORTE ABRAÇO.

    • Onir Francisco Damas  disse:

      Prezado Henrique

      Sobre o Assunto “ARREBATAMENTO” você tem à sua disposição o Livro e vários Artigos:

      Entre no Site e clique em INTRODUÇÃO, no alto da abertura, e terá todos os Artigos;

      Fique na Paz de Jesus.

      Onir

  • Messias Aparecido Martins  disse:

    Gostei muito, pois sou um entre muitos salvos pela obra da morte de Cristo, e quero saber muitas verdades que nos últimos tempo têm-se escondidas até o presente século, mas com todas certeza, tenho sentido a Sua Sabedoria, que só a dá àqueles que verdadeiramente a busca através de orações, que com certeza Ele dará; no que tem escrito aqui nesta matéria, e se consta em livro desejo comprar um. E outros também. Que o Senhor abençoe o amado irmão em cristo Jesus.

    • Onir Francisco Damas  disse:

      Prezado Messias
      Apenas o Livro e o CD DE POESIAS estão impressos conforme anunciados no Site;
      Onir

Comente

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>