O DIA DO SENHOR

INTRODUÇÃO

Alguns Leitores do Site têm mostrado em Comentários alguns questionamentos a respeito do Dia do Senhor;

Por ser um Assunto dos mais importantes para a Teologia do Reino de Deus, e que tem gerado opiniões diversas resolvi OUSAR  mais uma vez e emitir meu conhecimento, entendimento e discernimento sobre o Assunto:

Duas são as situações a serem consideradas Biblicamente:

O DIA DO SENHOR como Dia Semanal Específico de Adoração;

O DIA DO SENHOR como o Dia de Juízo;

Inicialmente é importante algumas considerações sobre a Origem da designação literal sobre os Dias da Semana;

A semana é um período de tempo de sete dias consecutivos. A origem da expressão vem do latim septimana, que significava sete manhãs.

A semana foi uma evolução na orientação de espaço de tempo, cujo início ocorreu pela relação do homem com a natureza e principalmente com o que mais lhe chamava atenção e influenciava em sua vida, os astros lua e sol e os planetas que podiam visualizar.

Na antiguidade, ao homem a lua era muito mais significativa do que o sol, conceito que hoje não é bem compreendido. A origem do período de 7 dias está intimamente ligado com sua proximidade em duração com as fases da lua, que acabaram gerando os primeiros calendários anuais, hoje conhecidos como calendários lunares, e que também acabaram gerando a nível global os calendários semanais:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Semana 

 ORIGEM DO PRIMEIRO DIA DA SEMANA

No início da era cristã, os cristãos primitivos por serem judeus guardavam o sábado, porém reuniam-se aos Domingos para celebrarem a Eucaristia (ação de graças) através da fração do pão em honra e memória da ressurreição de Cristo. A partir de 189 d.C., a Igreja Cristã estabeleceu uma data diferente daquela praticada pelos judeus para  comemoração da Páscoa e dos dias santos a ela associados. Posteriormente, confirmando a Tradição Apostólica o Primeiro Concílio de Niceia, em 325 d.C., oficializou o Domingo (Domenica Dies) como dia sagrado para os cristãos.

A união da cultura judaica com a cultura cristã resultou na reserva de dois dias diferentes (Sábado e Domingo) para descanso: estes são respectivamente o último dia (Sábado) e o primeiro dia da semana (Domingo) de acordo com o calendário ocidental.

Quanto a Padronização dos dias da Semana no âmbito Internacional por ser um Assunto muito extenso ver o Estudo no endereço eletrônico a seguir:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Dias_da_semana

O DIA DO SENHOR – ENIGMÁTICO

Almeida Revista e Atualizada

Gênesis

2.1   Assim, pois, foram acabados os céus e a terra e todo o seu exército.

2.2   E, havendo Deus terminado no dia sétimo a sua obra, que fizera, descansou nesse dia de toda a sua obra que tinha feito.

2.3   E abençoou Deus o dia sétimo e o santificou; porque nele descansou de toda a obra que, como Criador, fizera.

2.4   Esta é a gênese dos céus e da terra quando foram criados, quando o SENHOR Deus os criou.

O Período Edênico pelo seu Transcendentalismo esconde os detalhes nele acontecido enigmaticamente;

Um desses detalhes está no Sétimo Dia em que Deus, enigmaticamente, “DESCANSOU”, de toda a Sua Obra da Criação, que na verdade está, enigmaticamente, caracterizada pela Restauração, conforme ampla explicação no Artigo “TERRA – UM ORGANISMO VIVO”, no Site;

Preste atenção que Deus não especifica o Dia que Ele “DESCANSOU” ;

Não tenho receio em afirmar que foi uma forma Teológica  e  Profética;

TEOLÓGICA = Porque o Dia Semanal do Descanso da atividade Humana deve ser destinado para a Adoração ao Criador, isto é, ao Deus Único;

PROFÉTICO = Porque Deus estava mostrando que o “descanso” SEMANAL é necessário e fundamental na atividade Humana, considerando que Deus não precisa “DESCANSAR”; Deus controla toda a Sua Criação ininterruptamente;

Desta forma fica evidente que Deus não especificou “radicalmente” um Dia da Semana para a Sua Adoração;

Inicialmente, a escolha do Sábado para o Povo de Israel foi uma decisão apenas específica conforme o entendimento e atividade dos dias da Semana à Época da formação da Nação de Israel, durante os quarenta anos no Deserto;

O DIA DO SENHOR PARA ISRAEL

Êxodo

20.10   Mas o sétimo dia é o sábado do SENHOR, teu Deus; não farás nenhum trabalho, nem tu, nem o teu filho, nem a tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu animal, nem o forasteiro das tuas portas para dentro;

20.11   porque, em seis dias, fez o SENHOR os céus e a terra, o mar e tudo o que neles há e, ao sétimo dia, descansou; por isso, o SENHOR abençoou o dia de sábado e o santificou.

35.2   Trabalhareis seis dias, mas o sétimo dia vos será santo, o sábado do repouso solene ao SENHOR; quem nele trabalhar morrerá.

“por isso, o SENHOR abençoou o dia de sábado e o santificou” = Esta colocação enigmática a respeito do Dia de Sábado que naquela Época já contava com a designação dos dias da semana diz respeito ao Povo de Israel quanto a Adoração ao Senhor;

O DIA DO SENHOR COMO ADORAÇÃO

Quanto ao Sábado, para os que o adotam como Dia do Senhor,  é uma questão de interpretação Literal e não enigmática, conforme  Números 12:8;

Números

12.8   Boca a boca falo com ele, claramente e não por enigmas; pois ele vê a forma do SENHOR; como, pois, não temestes falar contra o meu servo, contra Moisés?

Eu creio que Deus pela Sua Onisciência e Presciência não iria Radicalizar o dia de Sábado como dia de Descanso quando hoje o Mundo Globalizado tem o Domingo como o Dia de Descanso do Trabalho Semanal;

Por que entendo o Dia do Senhor como uma questão Enigmática?

Porque Deus diz que descansou no Sétimo Dia do Enigmático e Transcendental Período Edênico;

Precisa ficar entendido que Deus se refere ao Sétimo Dia acontecido no Enigmático e Transcendental Período Edênico;

O DIA DO SENHOR – SEMANAL DE  ADORAÇÃO

Os Judeus adotaram o Sábado. Os Muçulmanos a Sexta Feira. Os Cristãos o Domingo.

No meu entendimento a Ira de Deus sobre essa Humanidade Violenta e em acelerado Processo de decadência está sendo retardada pelos Atributos da Misericórdia, Bondade e Amor, de Deus, em face dos Propósitos em Jejum, Oração e Adoração iniciado todas as Sextas Feiras pelos Muçulmanos, continuados pelos Judaizantes no Sábado, e reforçados pelos Cristãos no Domingo;

São três dias dedicados e continuados de Adoração ao mesmo Deus, ou melhor, ao Único Deus, pelo Judaísmo, Islamismo e Cristianismo;

Porém o Atributo da Justiça de Deus no Seu devido Tempo entrará com o Juízo amplamente Profetizado e avisado em Sinais também amplamente em evidências no Ar, na Terra e no Mar; Ver os Artigos sobre o Assunto no Site;

Ver o Artigo “O Enigma do Judaísmo, Islamismo e Cristianismo”, bem como, o Artigo “A Parábola do Fermento”, no Site;

Precisa ficar entendido que essas três RELIGIÕES  têm origem em Abraão, e todas têm Promessas de Deus em Abraão, logo, Deus  NÃO deixou um Dia específico de Adoração, e sim, Enigmático, conforme Números 12: 8;

Entendeu o porquê de Deus se referir apenas ao Sétimo Dia, sem especificar o Dia, quando do Período Edênico, em Gênesis 2: 1 a 3;

Precisa ficar entendido que os Dias da Criação não são Literais, cronologicamente;

Quanto ao Quarto Mandamento de Deus, tem por objetivo a importância de um dia da Semana de Adoração a Deus, que na época de sua implantação ficou estabelecido o Sábado do Calendário dos Judeus – Povo escolhido à Época;

O Domingo como Dia do Senhor, ou outro qualquer dia não contraria a Palavra de Deus neste aspecto, pois, Jesus disse que tudo o que ligares na Terra será ligado no Céu, logo, Ligar é questão de DOGMA RELIGIOSO; Considerando o aspecto Enigmático contextualizado nas ESCRITURAS Sagradas, e não Heresias;

Bem entendido = e não Heresias

RELIGIÃO = do Latim “RELIGARE” = RELIGAR = ATAR = RELIGADO COM DEUS.

O que é Dogma ?

– Dogma é ponto fundamental e indiscutível de Doutrina Religiosa.

O que é Doutrina ?

– Doutrina é o conjunto de princípios que servem de base para um sistema religioso, filosófico, científico, político, etc.

Doutrina Bíblica, por exemplo, é o conjunto de Dogmas que servem de base para o ensino específico, devidamente contextualizado em Exegese e Hermenêutica.

– Para fins de estudo teológicos as Doutrinas Bíblicas se dividem em Doutrinas específicas, tais, como Doutrina do Espírito Santo, Escatologia, Soteriologia, etc…

“ventos de doutrinas” = ensinamentos destinados a formar “papagaios do sistema”, isto é, “sopra”, tão somente, na direção dos interesses do Sistema.

O que é Heresia ?

– Heresia é um assunto de difícil definição, pois, o que é para uns, não é para outros, isto é, a Bíblia por ser um Livro Enigmático, tem sentido de Revelação, devidamente contextualizado em Exegese e Hermenêutica, e querer interpretá-la literalmente ocasiona divergências Doutrinárias.

– HERESIA = Ensinamento e Prática cristã que não corresponde à Revelação da Palavra Divinamente Inspirada, devidamente contextualizada em Exegese e Hermenêutica, contidas na Bíblia Sagrada Canônica, no meu entendimento.

Como o Dia do Senhor se trata de um Dogma a Doutrina do Dia de Adoração fica a depender de condições da Lei do País, que no Mundo Globalizado tem o Domingo como dia de Descanso do Trabalho e consequentemente é formalmente aceito como o Dia do Senhor pelas Denominações Evangélicas, por Exemplo;

Não devemos esquecer o quê a Bíblia diz sobre respeitar as Leis e Autoridades, bem como, Orar por eles;

Radicalizar o Sábado como o Dia do Senhor tem sido o motivo de muitas dificuldades para os Membros de Igrejas que o adotam, em relação às Leis do País; São muitos os casos nas Forças Armadas, por exemplo;

Deus, Onisciente e Presciente não radicalizou, considerando os futuros aspectos Sociais, Econômicos, Políticos, e Leis, entre outros, de uma  Nação

Quanto ao discutido “Decreto Dominical”, pelo Papa, só encontra respaldo para a Religião Católica Romana;

Quanto ao Anticristo, como tudo indica que será de descendência Judaica, não será novidade, que juntamente com o Bio-Chip, ele decrete o Sábado como o Dia de Obrigatoriedade de adoração a ele, e não a Deus. Ver o Artigo “O Anticristo”, no Site;

Quanto ao Arrebatamento dos SALVOS com o Nome no Livro da Vida, não tenho dúvidas que está muito próximo de acontecer, pois os SINAIS eu deixo evidente nos meus Artigos sobre o Assunto;

O DIA DO SENHOR  COMO  JUÍZO

Almeida Revista e Atualizada

Isaías

2.2   Nos últimos dias, acontecerá que o monte da Casa do SENHOR será estabelecido no cimo dos montes e se elevará sobre os outeiros, e para ele afluirão todos os povos.

2.12   Porque o Dia do SENHOR dos Exércitos será contra todo soberbo e altivo e contra todo aquele que se exalta, para que seja abatido;

9.7   para que se aumente o seu governo, e venha paz sem fim sobre o trono de Davi e sobre o seu reino, para o estabelecer e o firmar mediante o juízo e a justiça, desde agora e para sempre. O zelo do SENHOR dos Exércitos fará isto.

10.20   Acontecerá, naquele dia, que os restantes de Israel e os da casa de Jacó que se tiverem salvado nunca mais se estribarão naquele que os feriu, mas, com efeito, se estribarão no SENHOR, o Santo de Israel.

12.1   Orarás naquele dia: Graças te dou, ó SENHOR, porque, ainda que te iraste contra mim, a tua ira se retirou, e tu me consolas.

13.6   Uivai, pois está perto o Dia do SENHOR; vem do Todo-Poderoso como assolação.

13.9   Eis que vem o Dia do SENHOR, dia cruel, com ira e ardente furor, para converter a terra em assolação e dela destruir os pecadores.

19.21   O SENHOR se dará a conhecer ao Egito, e os egípcios conhecerão o SENHOR naquele dia; sim, eles o adorarão com sacrifícios e ofertas de manjares, e farão votos ao SENHOR, e os cumprirão.

22.5   Porque dia de alvoroço, de atropelamento e confusão é este da parte do Senhor, o SENHOR dos Exércitos, no vale da Visão: um derribar de muros e clamor que vai até aos montes.

Almeida Revista e Atualizada

Sofonias

1.14   Está perto o grande Dia do SENHOR; está perto e muito se apressa. Atenção! O Dia do SENHOR é amargo, e nele clama até o homem poderoso.

O DIA DO SENHOR É AMARGO

O Dia do Senhor será um Dia de Juízo e Bênçãos;

A expressão “AMARGO” tem a seguinte explicação:

Será um Dia que começará com o Arrebatamento dos verdadeiros Servos do Senhor que estejam vigiando, e em seguida se dará o início da Grande Tribulação;

Imagine uma Pessoa sendo Arrebatada, porém seus entes queridos, Irmãos em Cristos, demais pessoas estimadas ficando para a Grande Tribulação;

No meu entendimento a expressão “AMARGO”  é um termo Teológico, Profético e Enigmático que mostra como será o “Sentimento de Deus”, nesse Dia, bem como, de todo o Reino Celestial;

Por um lado um acontecimento esperado pelos que aguardam a Ressurreição e o Arrebatamento, e por outro lado o início do Período do Anticristo;

Preste atenção nas referências a seguir e reflita o porquê de Deus após todos os Sinais em relação ao Enigmático Número 11 estar retardando o Juízo e consequentemente o Arrebatamento; Ver o Artigo “O Profético e Enigmático Número 11”, no Site:

Isaías

48.9   Por amor do meu nome, retardarei a minha ira e por causa da minha honra me conterei para contigo, para que te não venha a exterminar.

Isaías

55.6   Buscai o SENHOR enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto.

55.7   Deixe o perverso o seu caminho, o iníquo, os seus pensamentos; converta-se ao SENHOR, que se compadecerá dele, e volte-se para o nosso Deus, porque é rico em perdoar.

2 Pedro

3.14   Por essa razão, pois, amados, esperando estas coisas, empenhai-vos por serdes achados por ele em paz, sem mácula e irrepreensíveis,

3.15   e tende por salvação a longanimidade de nosso Senhor, como igualmente o nosso amado irmão Paulo vos escreveu, segundo a sabedoria que lhe foi dada,

Tenho POSTADO em alguns Artigos os diversos Sinais de Aviso de Deus sobre o Seu iminente Juízo sobre o Mundo, bem como, tenho deixado o meu entendimento de que o Arrebatamento está sendo retardado em face do que diz Isaías 48: 9, acima postado, por exemplo, e que deve ser motivo de reflexão;

O Clamor em Oração, acompanhado de Jejum e Adoração, dos que têm consciência do “Dia Amargo” está alcançando e sensibilizando os Atributos de Deus, da Misericórdia, Bondade e Amor, em favor dos não Salvos, e consequentemente segurando enquanto está sendo possível o Atributo da Justiça de Deus, porém como diz o ditado popular, para tudo há um “limite”,

Quanto ao Dia “AMARGO” eu tenho “OUSADO” e segundo as informações Bíblicas composto alguns Artigos em relação aos Sinais de Deus, o Arrebatamento e a Grande Tribulação;

O Arrebatamento da Igreja, segundo meu conhecimento, entendimento e Discernimento Bíblico, está postado no Artigo “o Profético e Enigmático Arrebatamento da Igreja”, no Site;

Da mesma forma a Grande Tribulação está postado no Artigo “O ENIGMA DA GRANDE TRIBULAÇÃO”, no Site;

CONCLUSÃO

Neste Artigo eu procurei abordar o Assunto sobre o Dia do Senhor considerando apenas os aspectos como Dia Semanal de Adoração, bem como,  o “DIA AMARGO”, caracterizado pelo Arrebatamento, seguido da Grande Tribulação;

Precisa ficar entendido que o Arrebatamento será num “abrir e fechar”  de olhos ( 1ª Coríntios 15: 52 ), logo, será um Dia Amargo para quem ficar, pois a Vida aqui na Terra continuará através da Grande Tribulação;

Almeida Revista e Atualizada

1 Coríntios

15.52   num momento, num abrir e fechar de olhos, ao ressoar da última trombeta. A trombeta soará, os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados.

O Leitor deste Artigo e que ainda não leu os demais Artigos, sugiro que leia, principalmente, os seguintes Artigos, para um melhor esclarecimento;

SINAIS DE DEUS ANTES DE JUÍZO

O PROFÉTICO E ENIGMÁTICO ARREBATAMENTO DA IGREJA

O ENIGMA DA GRANDE TRIBULAÇÃO

AS CRIANÇAS E A GRANDE TRIBULAÇÃO

A ENIGMÁTICA PARÁBOLA DAS DEZ VIRGENS

CONCLUSÃO FINAL

É do conhecimento Geral as controvérsias sobre o Dia do Senhor  em relação ao Dia de Adoração;

Com este Artigo eu procurei mostrar o meu entendimento de que se trata de um Dogma que se encaixa como Doutrina na Religião Judaica, Islâmica  e Cristã, sem contrariar o sentido Teológico do Único Deus;

Procurei mais uma vez deixar o meu entendimento de que a Bíblia é um Livro Enigmático por Excelência de Deus, mostrando  como Deus através de uma simples frase – “O DIA DO SENHOR” –  ELE,  Enigmaticamente, Profeticamente e Escatologicamente,  aborda os acontecimentos sobre o Dia Semanal de AdoraçãoJuízo, Arrebatamento e a Grande Tribulação;

HERESIA

Heresia é Pecado… Deus não inocenta o Pecador… o Cristianismo está descaracterizado por culpa daqueles que estão introduzindo Heresias na Obra do Reino de Deus. Sobre Reino de Deus ver o Artigo no Site;

No meu entendimento todos os que estão em Desobediência Sistemática, como os exemplos de Ofício Sacerdotal Feminino correm o Risco de não serem Arrebatados, tomando como o exemplo de Moisés que por uma simples Desobediência Momentânea perdeu o direito de entrar na Terra Prometida, porém não perdeu a Salvação;

Ver o Artigo “MOISÉS E A TERRA DE CANAÔ, no Site.

Desta forma eu ouso acrescentar que todos os que estão em Desobediência à Palavra de Deus, CORREM O RISCO de não serem Arrebatados e terem que passar pela Grande Tribulação, e mostrar com seu Testemunho o quanto devem obedecer à Palavra de Deus e não ao Anticristo;

Bem entendido = correm o risco.

Meu entendimento sobre esse Assunto está amplamente contextualizado em alguns Artigos e Comentários postados no Site, COMO, os Comentários de uma Leitora que reproduzo a seguir:

“Comentário:
A PAZ QUERIDO,BASEADO NESSE ESTUDO,COMO FICA ENTÃO OS MEMBROS DE IGREJAS QUE FORAM FUNDADOS POR MULHERES? O BATISMO NAS ÁGUAS E A MINISTRAÇÃO DA SANTA CEIA SÃO FEITAS ATRAVES DELAS.

O BATISMO NAO FOI VÁLIDO?”

Quanto aos que foram Batizados e tomando a Santa Ceia através da Desobediência explicada, isto é, Batizados e tomando a Santa Ceia, através de Liderança sob consagração ao Ofício Sacerdotal Feminino, devem refletir enquanto há tempo, pois não sou eu que tenho como dizer o que lhes sucederá, tomando como referência o que diz OSÉIAS 4: 6, e ISAÍAS 3: 12:

Almeida Revista e Atualizada

Oséias

4.6   O meu povo está sendo destruído, porque lhe falta o conhecimento. Porque tu, sacerdote, rejeitaste o conhecimento, também eu te rejeitarei, para que não sejas sacerdote diante de mim; visto que te esqueceste da lei do teu Deus, também eu me esquecerei de teus filhos.

ISAÍAS

3: 12  Os opressores do meu povo são crianças, e mulheres estão à testa do seu governo. Oh! povo meu! os que te guiam te enganam, e destroem o caminho por onde deves seguir

1 – Os opressores do meu povo = contextualiza com 2ª  Pedro 2: 3

2 – são crianças = “brincam” com a Palavra de Deus

3 –  e mulheres estão à testa do seu governo = mulheres exercendo o Ofício Sacerdotal, indevidamente biblicamente.

Bem entendido = Ofício.

4 – os que te guiam te enganam, e destroem o caminho por onde deves seguir = os falsos Profetas que estão proliferando no meio do Cristianismo = contextualiza com as palavras de Jesus em Marcos 13: 22

Eu não tenho a menor dúvida de que se trata de uma Profecia Enigmática que está se cumprindo nos dias atuais.

Leia e releia Isaías 3: 12. No meu entendimento trata-se de uma Profecia que está se cumprindo nos nossos dias.

A Bíblia é um Livro enigmático. Suas Verdades não estão em ordens cronológicas e literais.

De Gênesis a Apocalipse, a Bíblia nos mostra que as Profecias  vão se cumprindo, na medida do Projeto de Deus.

Os que ridicularizam a Bíblia, e não são poucos, tantos os Cépticos quantos os ignorantes, estão na contra mão de Deus, por não conseguirem reunir o Conhecer, o Entender e o Discernir.

Os meios de Comunicações, principalmente na Televisão, estão mostrando em inúmeras  Matérias sobre o Universo, Extraterrestres, ÓVNIS, entre outros, que Deus não existe, e estão influenciando e afastando muitos de alcançarem a Vida Eterna;

A Obra Universal do  nosso Deus Criador, Onisciente, Onipotente, Onipresente, é Grande de mais para que  Cientistas possam acreditar que Ele existe…

A Teologia Bíblica é a mais importante das Ciências, pois é a Ciência da Vida Eterna, porém os diversos Sistemas Globalizados são movidos por conveniências

O AUGE DO DIA DO SENHOR

Imagino a face dos Cientistas incrédulos, que estiverem vivos, quando Jesus Voltar,  com Poder e Grande Glória, no final da Grande Tribulação, para implantar o Reino Milenial – o Auge do Dia do Senhor!!!

……………………………………………………………………………………………………………………………………………

COMPLEMENTO AO DIA DO SENHOR

Diante de vários Comentários refutando a autenticidade de Celebração do Dia do Senhor pelos Cristãos, principalmente os Evangélicos, resolvi acrescentar este Complemento ao Assunto: O DIA DO SENHOR;

Quando observamos o comportamento e acontecimentos após a Ressurreição de JESUS e início da Igreja de Cristo podemos afirmar que não existe nada de errado com os Cristãos em celebrar o Dia do Senhor no primeiro dia da Semana – DOMINGO:

Primeiro :

O Sábado foi estabelecido por causa do Homem, e não o Homem por causa do Sábado ( Marcos 2: 27 );

Jesus esclareceu que o Sábado foi instituído como Dia de descanso e não como  um “fardo pesado”; O Sábado é uma referência  que tem sentido segundo as Leis que regulam o Dia de Descanso Semanal por parte de cada Pais, como foi o caso de Israel que Deus formou como Nação, no deserto,  e deu a sua Constituição – as Leis;

SEGUNDO :

Almeida Revista e Atualizada

Deuteronômio

5.14   Mas o sétimo dia é o sábado do SENHOR, teu Deus; não farás nenhum trabalho, nem tu, nem o teu filho, nem a tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu boi, nem o teu jumento, nem animal algum teu, nem o estrangeiro das tuas portas para dentro, para que o teu servo e a tua serva descansem como tu;

5.15   porque te lembrarás que foste servo na terra do Egito e que o SENHOR, teu Deus, te tirou dali com mão poderosa e braço estendido; pelo que o SENHOR, teu Deus, te ordenou que guardasses o dia de sábado.

Colossenses

2.16   Ninguém, pois, vos julgue por causa de comida e bebida, ou dia de festa, ou lua nova, ou sábados,

2.17   porque tudo isso tem sido sombra das coisas que haviam de vir; porém o corpo é de Cristo.

Preste Atenção: O sábado é uma sombra da redenção que veio com Cristo; simboliza o descanso de nossas obras e a entrada no descanso que Deus propiciou com a sua obra consumada.

Cristo é , enigmaticamente, o nosso Sábado Eterno;

Se prestarmos atenção nos princípios morais expressos no Velho Testamento relativamente citados no Novo Testamento, o mandamento de separar o sábado como o dia de descanso e de culto a Deus é o único mandamento que não é repetido, e enfatizado;

Preste atenção :

Almeida Revista e Atualizada

Romanos

6.14   Porque o pecado não terá domínio sobre vós; pois não estais debaixo da lei, e sim da graça.

Gálatas

3.24   De maneira que a lei nos serviu de aio para nos conduzir a Cristo, a fim de que fôssemos justificados por fé.

3.25   Mas, tendo vindo a fé, já não permanecemos subordinados ao aio.

Desta forma os Crentes do Novo Testamento não estão debaixo da Lei do Antigo Testamento;

Presta maior atenção aos seguintes detalhes:

Almeida Revista e Atualizada

Mateus

28.1   No findar do sábado, ao entrar o primeiro dia da semana, Maria Madalena e a outra Maria foram ver o sepulcro.

Detalhe: Jesus ressuscitou no primeiro dia da semana,  no Domingo;

João

20.19   Ao cair da tarde daquele dia, o primeiro da semana, trancadas as portas da casa onde estavam os discípulos com medo dos judeus, veio Jesus, pôs-se no meio e disse-lhes: Paz seja convosco!

Detalhe: Jesus aparece aos Discípulos no Domingo;

João

20.26   Passados oito dias, estavam outra vez ali reunidos os seus discípulos, e Tomé, com eles. Estando as portas trancadas, veio Jesus, pôs-se no meio e disse-lhes: Paz seja convosco!

Detalhe: Oito dias após a primeira aparição – DOMINGO – Jesus reaparece aos Discípulos;

Atos dos Apóstolos

2.1   Ao cumprir-se o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos no mesmo lugar;

Detalhe: Domingo de Pentecoste marca a descida do Espírito Santo prometido por Jesus dando início a Igreja de Cristo;

Atos dos Apóstolos

20.7   No primeiro dia da semana, estando nós reunidos com o fim de partir o pão, Paulo, que devia seguir viagem no dia imediato, exortava-os e prolongou o discurso até à meia-noite.

1 Coríntios

16.2   No primeiro dia da semana, cada um de vós ponha de parte, em casa, conforme a sua prosperidade, e vá juntando, para que se não façam coletas quando eu for.

Detalhes: A Igreja Primitiva se reunia sempre aos Domingos como mostram as duas referências acima;

Apocalipse

1.10   Achei-me em espírito, no dia do Senhor, e ouvi, por detrás de mim, grande voz, como de trombeta,

DETALHE: dia do Senhor a que se refere o versículo acima é o dia em que Jesus ressuscitou, isto é, no Domingo; Esta citação de João juntamente com todas as referências acima citadas são  da maior importância para se entender  o porquê dos Cristãos adotarem o Domingo como o Dia do Senhor.

CONCLUSÃO:

Não resta a menor dúvida de que os Cristãos – EVANGÉLICOS – por adotarem o Domingo como o Dia do Senhor – Dia de Adoração – estão perfeitamente sintonizados com as Escrituras Sagradas, considerando que a Igreja de Cristo teve início num Domingo de Pentecoste, em que o Consolador – Espírito Santo – prometido por Jesus Ungiu  a  Sua Igreja;

Jesus – Presciente – das interpretações Humanas posteriores a Sua ida para o Céu deixou um ensinamento para resolver os problemas de Doutrinas com base no que diz respeito, por exemplo,  ao Dia do Senhor;

Este ensinamento está em Mateus 16: 19:

Mateus

16.19   Dar-te-ei as chaves do reino dos céus; o que ligares na terra terá sido ligado nos céus; e o que desligares na terra terá sido desligado nos céus.

Ligar é questão de DOGMA RELIGIOSO; Considerando o aspecto Enigmático contextualizado nas ESCRITURAS Sagradas, e não Heresias;

Bem entendido = e não Heresias.

RELIGIÃO = do Latim “RELIGARE” = RELIGAR = ATAR = RELIGADO COM DEUS.

Desta forma fica bem entendido que o fato dos Evangélicos adotarem o Domingo como o Dia do Senhor está perfeitamente contextualizado em Exegese e Hermenêutica, como ensina a Teologia Bíblica;

Por fim espero que os adeptos do Dia do Senhor no SÁBADO continuem adotando-o  considerando o que diz Mateus 16: 19, acima citado, e não se preocupem com os Evangélicos nesse mister;

Da mesma forma os Evangélicos e demais Cristãos, conforme Mateus 16: 19 explicado,  devem considerar a escolha doutrinária dos adeptos do Sábado;

CONCLUSÃO FINAL:

Almeida Revista e Atualizada

Salmos

133.1   [Cântico de romagem. De Davi] Oh! Como é bom e agradável viverem unidos os irmãos!

133.2   É como o óleo precioso sobre a cabeça, o qual desce para a barba, a barba de Arão, e desce para a gola de suas vestes.

133.3   É como o orvalho do Hermom, que desce sobre os montes de Sião. Ali, ordena o SENHOR a sua bênção e a vida para sempre.

PENSE NISSO:

INDIFERENÇA E INGRATIDÃO

Sobre este Assunto acessar a Seção “O AUTOR”, no Site.

 

……………………………………………. X ……………………………………….

EU DESEJO UM FELIZ ANO DE 2013 A TODOS OS MEUS LEITORES CONTANTO QUE FAÇAM UM SISTEMÁTICO PROPÓSITO ANUAL DE JEJUM E ORAÇÃO, PARA VENCER SATANÁS E SEUS DEMÔNIOS = Mateus 17: 21.

…e vigiem em relação ao atual modismo dos profeteiros de ocasião e suas  profetadas.

 

“Este Artigo é de inspiração posterior à Publicação do Livro anunciado”

Os Artigos do Site complementam assuntos do Livro.

Na hipótese de ser importante, SUGIRO A INDICAÇÃO  do Artigo e o SITE.

Próximos Assuntos a serem incluídos no Site, paulatinamente:

– O ENIGMA DO NOVO CÉU E NOVA TERRA

– O PROFÉTICO E ENIGMÁTICO PERÍODO EDÊNICO

– ETC

OBS: Na hipótese de concordar que o Assunto é importante, copie o endereço do Site www.assuntospolemicosdabiblia.com imprima o máximo numa folha A4, corte em pedaços, e distribua, como instrumento de fazer a Obra do REINO DE DEUS.

 

 

17 comentários para O DIA DO SENHOR

  • joao f.  disse:

    Apenas um ponto para começar minhas contraposições:

    Baseado em que você afirma que “os Dias da Criação não são Literais, cronologicamente”?

    • Onir Francisco Damas  disse:

      Prezado João

      Continue lendo os demais Artigos e entenderá o porquê de minha afirmação;

      Por exemplo: O ÉDEN DE LÚCIFER – EZEQUIEL 28: 13.

      Onir

  • João  disse:

    Como fica o capítulo 23, verso 56 de São Lucas?
    As mulheres que acompanhavam Jesus não foram avisadas pelo Mestre que o Sábado não era mais o dia de descanso?!
    Após a morte de Jesus, Maria descansou, observando o 4º Mandamento da Lei de Deus.
    Será que elas não eram cristãs!!!!
    Eu sei que o domingo é o dia dedicado ao Deus Sol.
    Por favor, responda-me apresentando textos bíblicos e não mera teoria humana.
    João Oliveira

    • Onir Francisco Damas  disse:

      Prezado João

      Você se refere às Pessoas ainda sob a Lei, quando a Igreja teve início no dia de Pentecoste;

      Citar que o Domingo é dedicado ao deus Sol do Paganismo, procurando denegrir o fato dos Cristãos, principalmente os Evangélicos adotarem esse dia para Adoração ao Senhor, é de muita falta de compreensão Doutrinária conforme deixei explicado e contextualizado sob o que quer dizer RELIGARE, no Artigo;

      Lamento que esteja com argumentos os quais Jesus se referiu em Mateus 23: 4

      Mateus

      23.4 Atam fardos pesados [e difíceis de carregar] e os põem sobre os ombros dos homens; entretanto, eles mesmos nem com o dedo querem movê-los.

      Não acredito que você cumpre toda a Lei, como por exemplo: dente por dente; olho por olho;

      No sábado certamente você é um desses que o viola segundo tudo o que diz a Lei da Torá;

      Por favor! tenho muitos comentários de pessoas que querem crescer na Graça e eu preciso atendê-las;

      Fique na Paz de Jesus.

      Onir

  • João  disse:

    Quem revogou os 10 Mandamentos de Deus?!!!
    O capítulo 5, verso 17 e 18 de São Mateus diz que Jesus não veio revogar a Lei, mas cumprir. E, no verso 19, diz que aquele violar um dos mandamentos, posto que dos menores, e assim ensinar aos homens, será considerado mínimo no reino do céu, aquele, porém, que os observar e ensinar, esse será considerado grande no reino do céu.
    Onir, quer ser grande no reino do céu, mude a sua posição.
    João Oliveira

    • Onir Francisco Damas  disse:

      Prezado João

      Jesus disse que veio cumprir a Lei e cumpriu com Seu Sacrifício na Cruz do Calvário.

      Leia o Tópico “O PODER PERDOADOR DO SANGUE”, no Site; Lendo os Artigos você o encontrará;

      Jesus resumiu toda a Lei e os 10 Mandamentos em apenas dois Mandamentos: Mateus 22; 34 a 40;

      Almeida Revista e Atualizada

      Mateus

      22.34 Entretanto, os fariseus, sabendo que ele fizera calar os saduceus, reuniram-se em conselho.

      22.35 E um deles, intérprete da Lei, experimentando-o, lhe perguntou:

      22.36 Mestre, qual é o grande mandamento na Lei?

      22.37 Respondeu-lhe Jesus: Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento.

      22.38 Este é o grande e primeiro mandamento.

      22.39 O segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo.

      Fique na Paz de Jesus

      Onir

  • João  disse:

    No Novo Testamento, qual é o Dia do Senhor?
    Segundo o capítulo 2, verso 28, de São Marcos, diz que o Filho do Homem (Jesus) é senhor TAMBÉM do sábado.
    Quem fundou o cristianismo?
    Foi Jesus e Ele confirmou que é o senhor do sábado.
    Pense bem, não torça a Palavra de Deus!!!!

    • Onir Francisco Damas  disse:

      Prezado João

      Jesus disse que Ele é Senhor também do Sábado, logo, ele é Senhor de todos os Dias da Semana;

      Não estou torcendo, nem distorcendo, o Artigo é amplo na explicação do Assunto;

      Continue com sua Fé e Doutrina, e dê uma lida no Artigo “A SALVAÇÃO E A VIDA ETERNA”, no Site;

      Fique na Paz de Jesus.

      Onir

      • Adriano Martins  disse:

        Parabéns irmão Onir, muita sabedoria de Deus.

      • Ruiz Nascimento  disse:

        Quantas afirmações que contradizem a bíblia neste artigo? Por exemplo, “os dias de geneses não sao literais…”. Porque Deus cita tarde e manhãs? Não sendo a duração de dias que conhecemos como entender isto? “Tarde e manhã?”

        • Onir Francisco Damas  disse:

          Prezado RUIZ

          Preste atenção no seguinte:

          Extraído do endereço eletrônico:

          http://www.filologia.org.br/vicnlf/anais/caderno03-04.html

          “Ainda na criação e no primeiro capítulo de Gênesis, lemos, no versículo 5: “dxa Mwy rqb-yhy:w bre-yhy:w hlyl arq Ksx:l:w Mwy rwa:l Myhla arqy:w”, ou “Chamou Deus à luz Dia e às trevas, Noite. Houve tarde e manhã, o primeiro dia.” A palavra traduzida como dia nas línguas modernas é a palavra hebraica Mwy (yom). Em hebraico moderno, esta palavra significa um dia de 24 horas (note que, de acordo com o calendário judaico, os dias podem ter algumas dezenas de minutos a mais ou a menos, dependendo das fases da lua). Porém, na Bíblia, a palavra yom serve para expressar um espaço de tempo, originalmente não definido. Na maioria dos contextos onde tal palavra é encontrada, os espaços relativos de tempo são posteriormente mencionados. Gênesis é um dos poucos livros onde a palavra yom aparece sem qualquer definição física de tempo, podendo variar de um dia de 24 horas a 100.000.000 de anos. Se considerarmos a metáfora feita pelo próprio D”us em Salmos 90.4: “Pois mil anos, aos teus olhos, são como o dia de ontem que se foi e como a vigília da noite.”, poderemos dizer que o mundo foi criado em 6.000 dias ao invés de em apenas seis, ou até mais. O fato é: como podemos negar os fatos históricos se estão diante dos nossos olhos? Como podemos negar a existência dos dinossauros, que nunca viveram simultaneamente aos homens, se temos os fósseis para provar? E quanto à teoria da evolução? Estaria ela, então, total ou parcialmente correta ou é apenas uma outra invenção de mentes maquiavélicas? Perguntas para as quais um dia terei respostas, ao contemplar o meu Senhor.”

          Citei o trecho por ser de muito bom esclarecimento, porém quanto a Teoria da Evolução quero deixar claro que meu entendimento é pela Criação, adaptação ao meio ambiente e transformação, conforme ampla explicação no Artigo “ADÃO E A ORIGEM DAS RAÇAS”, no Site;

          Espero ter atendido as expectativas;

          Fique na Paz de Jesus.

          Onir

  • João Augusto  disse:

    Irmão Onir, porque havia manhã e tarde, dia e noite no primeiro dia, se o sol e a lua, que são para a contagem do tempo e estações, foram criados no quarto dia?
    João Augusto

    • Onir Francisco Damas  disse:

      Prezado João Augusto

      Minha interpretação Teológica para esse Enigma está postado no Site sob o Título:

      O ENIGMA DO QUARTO DIA

      Fique na Paz de Jesus.

      Onir

  • João Oliveira  disse:

    Onir,

    Muitos crêem que, quando Jesus veio à terra, tudo mudou:
    a vontade de Deus,
    o caráter de Deus,
    e seu plano de Salvação.

    Mas, se você leu a Bíblia Sagrada, você já sabe que não mudou; que nosso Deus é imutável, seu caráter é perfeito, que seu plano é completo.
    As mesmas oportunidades são dadas a todos os homens, não importa a época em que tenham nascido.

    Veja o que Jesus disse:

    “Não penseis que vim revogar a Lei ou os profetas; não vim para revogar, vim para cumprir. Porque em verdade vos digo: até que o céu e a terra passem, nem um i ou um til jamais passará da Lei, até que tudo se cumpra.”
    S. Mateus 5:17-18

    “Se guardardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor; assim como também eu tenho guardado os mandamentos do meu Pai e no seu amor permaneço.”
    S. João 15:10

    Jesus não só confirmou que seu Pai em nada muda, como também se esforçou em fazer a Sua vontade, guardando os Seus mandamentos.
    Em sua exortações, tanto em referência ao presente como ao futuro (após a sua morte), Jesus apoiava a guarda do Sábado.

    “ Indo para Nazaré, onde fora criado, entrou, num Sábado, na sinagoga, segundo o seu costume, e levantou-se para ler.”
    Lucas 4:16

    “Ora, quanto mais vale um homem que uma ovelha? Logo, é licito, nos sábados, fazer o bem.” Mateus 12:12

    “Orai para que vossa fuga não se dê no inverno, nem no sábado”
    Mat. 24:20 (Referindo-se à destruição de Jerusalém em 70 d. C)

    Pense comigo:

    Se Jesus tivesse qualquer intenção de modificar algum dos mandamentos, especialmente o que se refere ao Sábado, você acha mesmo que Ele daria tanta ênfase à sua guarda?

    Se Jesus veio para ensinar o verdadeiro caráter de Deus, e estabelecer uma nova religião, não deveria Ele viver de acordo com seus “novos” ensinamentos?

    Se nós nos chamamos de Cristãos, não deveríamos agir como Cristo agiu?
    Então, saiba voce que Cristo não veio trazer nada de novo. O seu concerto com o homem é eterno.
    Ele veio, isto sim, restaurar a compreensão daquilo que ele já havia ordenado.
    O homem, através dos séculos, havia deturpado a sua santa Lei, acrescentando a ela regras e mais regras.
    O que Jesus fez foi tirar da Lei todas as coisas colocadas pelo homem e mostrar como Deus queria as coisas.
    Hoje, o Sábado não é diferente:
    é o mesmo Sábado guardado por Jesus.
    Seu mandamento é tão eterno como os outros mandamentos de Deus e Seu caráter.

    Repare que até nas profecias sobre a Nova Terra, o Sábado está presente como dia especial, como dia de honra dentre os outros da semana.

    “Porque, como os novos céus e a nova terra, que hei de fazer, estarão diante de mim, diz o Senhor, assim há de estar a vossa posteridade e o vosso nome. E será que, de uma Festa da Lua Nova à outra e de um sábado a outro, virá toda carne a adorar perante mim, diz o Senhor.”
    Isaías 66:22-23

    Neste ponto, você me pergunta:
    Então, por que a maioria das religiões Cristãs tem o Domingo como dia de guarda?

    • Onir Francisco Damas  disse:

      Prezado João

      Minha resposta para todo esse seu argumento sobre o Dia do Senhor já está amplamente respondido no Artigo;

      Vou resumir no seguinte:

      A Bíblia nos manda respeitar as Leis do País e as Autoridades, logo, o Domingo é o Dia de Descanso determinado por todos os Países Globalizados;

      Todos as referências citadas por você se referem aos Judeus e as suas Sinagogas, logo, tratam-se do Judaísmo;

      Os principais acontecimentos após a Ressurreição de JESUS citadas no Novo Testamento aconteceram no Domingo, e eu já fiz um extenso Comentário sobre isso, no Artigo;

      E por fim eu também já expliquei que Jesus deixou uma determinação para a Sua Igreja no sentido de conciliar o funcionamento Religioso de Sua Igreja com as Leis de um País, dizendo que tudo que não fosse Heresia, seria ligado no Céu;

      Almeida Revista e Atualizada

      Mateus

      16.19 Dar-te-ei as chaves do reino dos céus; o que ligares na terra terá sido ligado nos céus; e o que desligares na terra terá sido desligado nos céus.

      O Dia do Senhor praticado por uma Igreja Cristã no Domingo não é Heresia e está de acordo com o RELIGARE;

      Creio que este Assunto já está amplamente esgotado;

      Fique na Paz de Jesus.

      Onir

  • João Oliveira  disse:

    Onir,
    veja, você disse que o domingo foi estabelecido por leis civis (pagãs). E você está certíssimo, o domingo é uma criação humana e não divina. Na Bíblia não existe nenhum mandamento que determina a guarda do domingo. Deus irá lhe cobrar essa pregação de supressão do 4º Mandamento da Lei de Deus em seu blog. Quando você chegar junto ao Tribunal de Julgamento, Jesus lhe dirá: o João Oliveira Neto não lhe avisou?! Por que você não aceitou a minha Palavra?
    Reflita, Onir!!!
    João

    • Onir Francisco Damas  disse:

      Prezado João Oliveira

      Eu compreendo sua preocupação, porém este Assunto está amplamente debatido em Comentários;

      Deus escolheu Abraão, que gerou Isaque, que gerou Jacó, que gerou as doze Tribos de Israel, que formou no Egito o Povo que deu origem no Deserto a Nação de Israel, que precisava de uma Constituição composta de Leis, e que foi dada por intermédio de Moisés;

      Com o resumo acima fica evidente que as Leis foram dadas para a Nação de Israel;

      Muito do conteúdo dessas Leis serviram como orientação para outras Nações;

      Já expliquei que Jesus resumiu a Lei e os Dez Mandamentos em apenas Dois Mandamentos;

      Mateus

      22.34 Entretanto, os fariseus, sabendo que ele fizera calar os saduceus, reuniram-se em conselho.

      22.35 E um deles, intérprete da Lei, experimentando-o, lhe perguntou:

      22.36 Mestre, qual é o grande mandamento na Lei?

      22.37 Respondeu-lhe Jesus: Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento.

      22.38 Este é o grande e primeiro mandamento.

      22.39 O segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo.

      22.40 Destes dois mandamentos dependem toda a Lei e os Profetas.

      O Apóstolo Paulo deixou evidente que a Lei serviu de “AIO” para a Igreja por intermédio da Graça:

      Gálatas

      3.24 De maneira que a lei nos serviu de aio para nos conduzir a Cristo, a fim de que fôssemos justificados por fé.

      3.25 Mas, tendo vindo a fé, já não permanecemos subordinados ao aio.

      Acrescentando ao que já expus, Jesus afirmou que tudo o que for ligado na Terra será ligado no Céu, em relação a Sua Igreja, considerando que Deus procura Adoradores que O adorem em Espírito e em Verdade;

      Mateus

      18.18 Em verdade vos digo que tudo o que ligardes na terra terá sido ligado nos céus, e tudo o que desligardes na terra terá sido desligado nos céus.

      Deixei evidente em Artigo “O DIA DO SENHOR” que os Mulçumanos adoram na Sexta Feira, Os Judaizantes no Sábado e os Cristãos (Evangélicos) no Domingo; Não existe nada de errado quanto a estes dias de Adoração;

      Na Lei dada a Moisés o Homem poderia ter várias mulheres, o que não é permitido em nossas Leis, POR EXEMPLO;

      Muitas outras práticas não podem ser utilizadas nos dias atuais, logo, se a Lei do dia de Descanso em nossas Leis estabelece o Domingo, então fica evidente que o Sábado do Quarto Mandamento é Enigmático e não Literal, pois, o nosso Deus afirma que Ele fala por Enigmas;

      Mais uma vez deixo evidente que considero esgotada a discussão desse Assunto;

      Fique na Paz de Jesus.

      Onir

Comente

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>