O ENIGMA DA NEGAÇÃO DE PEDRO

INTRODUÇÃO

Almeida Revista e Corrigida

 Marcos

14.30   E disse-lhe Jesus: Em verdade te digo que hoje, nesta noite, antes que o galo cante duas vezes, três vezes me negarás.

Mais uma vez sou impulsionado a afirmar que a Bíblia é um Livro Enigmático por Excelência de Deus;

Quando Deus disse para Moisés em Números 12: 8 que Ele fala por Enigmas, essa afirmação está condicionada de Gênesis ao Apocalipse;

Almeida Revista e Atualizada

Números

12.8   Boca a boca falo com ele, claramente e não por enigmas; pois ele vê a forma do SENHOR; como, pois, não temestes falar contra o meu servo, contra Moisés?

Precisa ficar entendido que existem as afirmações literais claras, porém ao lermos temos que saber distinguir o Conhecer, o Entender, e o Discernir;

Querer interpretar a Bíblia literalmente tem sido a causa de muitos equívocos em sua interpretação;

Números 12: 8 deve ser motivo de reflexão quando nos deparamos com Episódios como o de  Pedro que nega a Jesus três vezes antes que o galo duas vezes cantou, confirmando a Profecia de Jesus conforme referência em Marcos 14: 30:

PRESTE ATENÇÃO:

Marcos foi um seguidor de Pedro na Obra de Evangelização;

Marcos escreveu o Evangelho que leva o seu Nome com base em informações de Pedro; Marcos foi um intérprete dos Testemunhos Oculares de Pedro em relação a Jesus, conforme referência em 1ª Pedro 5: 13;

1 Pedro

  5.13   Aquela que se encontra em Babilônia, também eleita, vos saúda, como igualmente meu filho Marcos.

“meu filho Marcos” = expressão carinhosa que quer dizer : meu discípulo;

Segundo os Estudiosos da Bíblia o termo Babilônia se refere à cidade de Roma onde Pedro se encontrava quando escreveu a 1ª Epístola, e Marcos estava em sua companhia; Desta forma Os Estudiosos dos Evangelhos deduzem que Marcos escreveu o Evangelho que leva o seu nome com base nas afirmações de Pedro;

Tudo indica que devido as perseguições, e para evitar maiores problemas para os destinatários de sua Epístola,  Pedro usou o nome de Babilônia  em lugar de Roma;

O  Evangelho de Marcos é o único dos Quatro   que afirma ter o galo cantado duas vezes após Pedro ter negado três vezes;

Desta forma, apesar de ser o único nessa afirmação, podemos deduzir que merece o crédito de ser  certo que o Galo Cantou duas vezes, porém após Pedro ter negado pela terceira vez;

DETALHE SIGNIFICATIVO:

Quando Jesus fez a afirmação na última Ceia, sobre Pedro e sua Negação,  estava presente o próprio Pedro, João que se encontrava ao lado de Jesus e Mateus;

Estou chamando à atenção para o fato de que os personagens do Episódio em questão, que  ouviram Jesus afirmar que Pedro o negaria por três vezes antes que o galo cantasse por duas vezes,   presentes na Ceia foram:

1 – Pedro que relatou todo o acontecimento para Marcos que escreveu o Evangelho de Marcos;

2 – Mateus que escreveu o Evangelho de Mateus;

3 – João que escreveu o Evangelho de João.

Atenção: Lucas que escreveu o Evangelho de Lucas, não estava presente;

PEDRO NEGOU TRÊS VEZES

Todos os quatro autores dos Evangelhos afirmam que Pedro negou que conhecia Jesus, logo, não pode deixar a menor dúvida este detalhe: Pedro Negou que conhecia Jesus, por três vezes;

Marcos escreveu com base no relato de Pedro o seguinte:

Marcos

  14.30   Respondeu-lhe Jesus: Em verdade te digo que hoje, nesta noite, antes que duas vezes cante o galo, tu me negarás três vezes.

Não pode haver dúvida que Pedro negou três vezes, porém ficou uma aparente contradição quanto ao fato do canto do galo, em face dos outros três autores não fazerem essa afirmação de que o galo cantou duas vezes;

Outro detalhe que merece uma análise Teológica está no fato de que Jesus afirmou que o galo somente cantaria após Pedro O ter negado por três vezes;

Marcos afirma inicialmente que o galo somente cantaria após as três negações, conforme Marcos 14: 30:

Marcos

  14.30   Respondeu-lhe Jesus: Em verdade te digo que hoje, nesta noite, antes que duas vezes cante o galo, tu me negarás três vezes.

Preste atenção:  “antes que duas vezes cante o galo”

Entretanto o seu Livro inexplicavelmente faz um relato que eu reproduzo conforme a Sociedade Bíblica postou de que o galo cantou após Pedro ter negado pela primeira vez, contrariando sua afirmação inicial, conforme Marcos 14: 66 a 72:

14.66   Estando Pedro embaixo no pátio, veio uma das criadas do sumo sacerdote

 14.67   e, vendo a Pedro, que se aquentava, fixou-o e disse: Tu também estavas com Jesus, o Nazareno.

14.68   Mas ele o negou, dizendo: Não o conheço, nem compreendo o que dizes. E saiu para o alpendre. [E o galo cantou.]

14.69   E a criada, vendo-o, tornou a dizer aos circunstantes: Este é um deles.

14.70   Mas ele outra vez o negou. E, pouco depois, os que ali estavam disseram a Pedro: Verdadeiramente, és um deles, porque também tu és galileu.

14.71   Ele, porém, começou a praguejar e a jurar: Não conheço esse homem de quem falais!

14.72   E logo cantou o galo pela segunda vez. Então, Pedro se lembrou da palavra que Jesus lhe dissera: Antes que duas vezes cante o galo, tu me negarás três vezes. E, caindo em si, desatou a chorar.

 [E o galo cantou.] = A colocação entre parênteses tem a seguinte explicação transcrito da Sociedade Bíblica do Brasil:

“Existem mais ou menos cinco mil manuscritos gregos do Novo Testamento, os quais nem sempre concordam entre si. Os textos entre colchetes aparecem em alguns manuscritos gregos, mas não se encontram nos melhores e mais antigos manuscritos gregos existentes. A Comissão de Tradução usou os melhores manuscritos, mas optou por colocar esses outros textos entre colchetes, visto que aparecem em várias outras traduções da Bíblia e não vão contra o que está escrito no restante das Escrituras.”

Não sou um especialista no Assunto dos Originais que serviram de base para as Traduções do Novo Testamento;

Desta forma resolvi debruçar-me nesse Episódio da Negação de Pedro procurando encontrar a resposta que atendesse ao anseio do meu coração, diante do que consta nos Quatro Evangelhos, considerando as traduções da Sociedade Bíblica do Brasil;

Inicialmente vou reproduzir as narrativas dos Quatro Evangelhos conforme a Sociedade Bíblica do Brasil   na seguinte seqüência das Traduções;

Revista e Atualizada – RA

Revista e Corrigida – RC

Tradução na Linguagem de Hoje – TNLH

Mateus

  26.34   Replicou-lhe Jesus: Em verdade te digo que, nesta mesma noite, antes que o galo cante, tu me negarás três vezes – RA

  26.34   Disse-lhe Jesus: Em verdade te digo que, nesta mesma noite, antes que o galo cante, três vezes me negarás – RC

  26.34   Mas Jesus lhe disse: — Eu afirmo a você que isto é verdade: nesta mesma noite, antes que o galo cante, você dirá três vezes que não me conhece – TNLH

Mateus

  26.74   Então, começou ele a praguejar e a jurar: Não conheço esse homem! E imediatamente cantou o galo –  RA

  26.74   Então, começou ele a praguejar e a jurar, dizendo: Não conheço esse homem. E imediatamente o galo cantou – RC

  26.74   Então Pedro disse: — Juro que não conheço esse homem! Que Deus me castigue se não estou dizendo a verdade! Naquele instante o galo cantou – TNLH

Mateus

  26.75   Então, Pedro se lembrou da palavra que Jesus lhe dissera: Antes que o galo cante, tu me negarás três vezes. E, saindo dali, chorou amargamente RA –

  26.75   E lembrou-se Pedro das palavras de Jesus, que lhe dissera: Antes que o galo cante, três vezes me negarás. E, saindo dali, chorou amargamente – RC

  26.75   e Pedro lembrou que Jesus lhe tinha dito: “Antes que o galo cante, você dirá três vezes que não me conhece.” Então Pedro saiu dali e chorou amargamente – TNLH

Marcos

  14.30   Respondeu-lhe Jesus: Em verdade te digo que hoje, nesta noite, antes que duas vezes cante o galo, tu me negarás três vezes – RA

  14.30   E disse-lhe Jesus: Em verdade te digo que hoje, nesta noite, antes que o galo cante duas vezes, três vezes me negarás – RC

  14.30   Mas Jesus lhe disse: — Eu afirmo a você que isto é verdade: nesta mesma noite, antes que o galo cante duas vezes, você dirá três vezes que não me conhece – TNLH

Marcos

  14.68   Mas ele o negou, dizendo: Não o conheço, nem compreendo o que dizes. E saiu para o alpendre. [E o galo cantou.]- RA

  14.68   Mas ele negou-o, dizendo: Não o conheço, nem sei o que dizes. E saiu fora ao alpendre, e o galo cantou – RC

  14.68   Mas ele negou, dizendo: — Eu não o conheço. Não sei do que é que você está falando. E saiu para o corredor. Naquele momento, o galo cantou – TNLH

Lucas

  22.34   Mas Jesus lhe disse: Afirmo-te, Pedro, que, hoje, três vezes negarás que me conheces, antes que o galo cante – RA

  22.34   Mas ele disse: Digo-te, Pedro, que não cantará hoje o galo antes que três vezes negues que me conheces – RC

22.34   Então Jesus afirmou: — Eu digo a você, Pedro, que hoje, antes que o galo cante, você dirá três vezes que não me conhece – TNLH

Lucas

  22.60   Mas Pedro insistia: Homem, não compreendo o que dizes. E logo, estando ele ainda a falar, cantou o galo –  RA

  22.60   E Pedro disse: Homem, não sei o que dizes. E logo, estando ele ainda a falar, cantou o galo – RC

  22.60   Mas Pedro respondeu: — Homem, eu não sei do que é que você está falando! Naquele instante, enquanto ele falava, o galo cantou – TNLH

Lucas

  22.61   Então, voltando-se o Senhor, fixou os olhos em Pedro, e Pedro se lembrou da palavra do Senhor, como lhe dissera: Hoje, três vezes me negarás, antes de cantar o galo – RA

  22.61   E, virando-se o Senhor, olhou para Pedro, e Pedro lembrou-se da palavra do Senhor, como lhe tinha dito: Antes que o galo cante hoje, me negarás três vezes – RC

  22.61   Então o Senhor virou-se e olhou firme para Pedro, e ele lembrou das palavras que o Senhor lhe tinha dito: “Hoje, antes que o galo cante, você dirá três vezes que não me conhece – TNLH

João

  13.38   Respondeu Jesus: Darás a vida por mim? Em verdade, em verdade te digo que jamais cantará o galo antes que me negues três vezes – RA

13.38   Respondeu-lhe Jesus: Tu darás a tua vida por mim? Na verdade, na verdade te digo que não cantará o galo, enquanto me não tiveres negado três vezes – RC

  13.38   — Está mesmo? — perguntou Jesus. — Pois eu afirmo a você que isto é verdade: antes que o galo cante, você dirá três vezes que não me conhece – TNLH

João

  18.17   Então, a criada, encarregada da porta, perguntou a Pedro: Não és tu também um dos discípulos deste homem? Não sou, respondeu ele – RA

  18.17   Então, a porteira disse a Pedro: Não és tu também dos discípulos deste homem? Disse ele: Não sou – RC

  18.17   e lhe perguntou: — Você não é um dos seguidores daquele homem? — Eu, não! — respondeu ele – TNLH

João

  18.25   Lá estava Simão Pedro, aquentando-se. Perguntaram-lhe, pois: És tu, porventura, um dos discípulos dele? Ele negou e disse: Não sou – RA

  18.25   E Simão Pedro estava ali e aquentava-se. Disseram-lhe, pois: Não és também tu um dos seus discípulos? Ele negou e disse: Não sou – RC

  18.25   Pedro ainda estava lá, de pé, aquecendo-se perto do fogo. Então lhe perguntaram: — Você não é um dos seguidores daquele homem? — Não, eu não sou! — respondeu ele – TNLH

João

  18.27   De novo, Pedro o negou, e, no mesmo instante, cantou o galo – RA

18.27   E Pedro negou outra vez, e logo o galo cantou – RC

18.27   E outra vez Pedro disse que não. E no mesmo instante o galo cantou – TNLH

PARA REFLEXÃO:

Todos afirmam categoricamente que Pedro negou que conhecia Jesus por três vezes;

Todos afirmam que o galo cantou após Pedro pela terceira vez  ter negado que conhecia Jesus;

Somente Marcos afirma que o galo iria cantar por duas vezes após Pedro Negar pela terceira vez;

Porém Marcos inexplicavelmente se contradiz ao afirmar que o galo cantou após Pedro negar pela primeira vez;

Marcos confirma que o galo cantou pela segunda vez após Pedro Negar pela terceira vez;

Do exposto e diante de evidente literalidade em contradições, precisamos buscar o Conhecimento, Entendimento e Discernimento, para podermos estudar o Enigmático Episódio Teológico.

A BÍBLIA NÃO É UM LIVRO QUALQUER:

A Bíblia não tem contradições, pois o Seu Criador é Onisciente, Onipotente e Onipresente, logo, não se contradiz, pelo contrário, DIZ !

Quem entende como contradições os seus escritos, esquece que Deus falou ( fala ) por Enigmas (Números 12: 8), logo, as Suas Verdades não estão em ordens Cronológicas e Literais.

A Teologia é a Ciência dos Enigmas de Deus, no meu entendimento.

A Bíblia é o Livro Teológico que contem toda a Verdade, porém encobertas por Enigmas, e revelados ou discernidos, no devido tempo, por Deus.

Por que Deus falou (fala) por Enigmas ?

Porque se Deus falasse abertamente como Ele é, bem como, mostrasse abertamente as maravilhas do Reino Celestial, o Homem, certamente, O buscaria, não por amor e adoração, mas por simples interesse;

A BÍBLIA, A LUZ E AS TREVAS

A Bíblia é um Livro Real, Vivo, Enigmático e Transcendental, repito !

Se procurarmos falhas de natureza cronológicas e literais, certamente vamos encontrar, pois, apesar de ser inspirada por Deus, foi escrita, copiada, traduzida,  por humanos, como explicado anteriormente;

As Mensagens estão inseridas de forma enigmática e basta decifrar as partes, por inspiração  Divina, que notamos como se torna inócua qualquer aparente imperfeição – por culpa da imperfeição do Homem – em seu vasto conteúdo Teológico, repito também.

Quando lemos a Bíblia nós temos a oportunidade de fazer duas escolhas:

Primeira = Ler a Bíblia procurando defeitos, contradições, imperfeições, mazelas, enfim, tudo que possa desacreditá-la;

Segunda = Ler a Bíblia procurando a Revelação de Deus para uma vida de Paz, Amor, Bondade, enfim, tudo que possa abençoar o próprio e o seu semelhante.

A Bíblia apresenta uma Mensagem Enigmática, e cercada de todas as características do comportamento humano;

A sua Mensagem tem o propósito de mostrar ao Homem os dois caminhos de sua escolha;

Quando o Homem escolhe o caminho da leitura NEGATIVA, envolta em críticas, ele encontra um vasto espaço, E NÃO VÊ – fica em TREVAS;  (Mateus 7: 13 );

Mateus

7.13   Entrai pela porta estreita (larga é a porta, e espaçoso, o caminho que conduz para a perdição, e são muitos os que entram por ela),

Quando  o Homem escolhe o caminho da leitura POSITIVA, ele encontra um apertado espaço, e então – fica envolto em LUZ –  como  milhões  em Cristo ( Mateus 7: 14 );

Mateus

7.14   porque estreita é a porta, e apertado, o caminho que conduz para a vida, e são poucos os que acertam com ela.

Diante dessas circunstâncias, podemos afirmar que a Bíblia não tem contradições, e sim, suas aparentes  imperfeições TAMBÉM têm um propósito Divino, enigmático, transcendental, misterioso;

Negar que a Bíblia tem aparentes imperfeições de toda natureza humana, é fugir à realidade – eu conheço as críticas sobre quase tudo;

Entretanto, existe um propósito para tudo debaixo do céu, e não é diferente com a Bíblia ( Eclesiastes 3: 1 );

Desacreditar a Bíblia, simplesmente, como explicado, sem entender que as pessoas humildes não estão em condições de uma análise teológica profunda do seu conteúdo, afastando-as de Deus,  será devidamente cobrado;

Citar a Bíblia, sem citar JESUS, é como querer beber em copo vazio – JESUS é o seu conteúdo.

JESUS é o seu Princípio, Meio e Fim, como diz João 5: 39 :

“Examinais as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna, e são elas mesmas que testificam de mim”

Não precisa ser um bom observador para notar que não são coincidências as afirmações sobre Jesus, e sim, um Projeto que está sendo executado nos mínimos detalhes. O próximo passo será o Arrebatamento. Ver o Artigo “A BÍBLIA, JESUS E O ANTICRISTO”, no Site.

 PEDRO E O GALO

O Local em que se deu o Episódio foi a Última Ceia;

Jesus estava alertando que naquela noite seria preso e depois martirizado, e todos se dispersariam, abandonando-O

Pedro levanta a voz e diz que jamais o abandonaria;

Então Jesus cita uma das mais Enigmáticas Profecias:

Marcos

  14.30   Respondeu-lhe Jesus: Em verdade te digo que hoje, nesta noite, antes que duas vezes cante o galo, tu me negarás três vezes – RA ( Revista e Atualizada )

Pedro ao ouvir essas palavras responde ao Mestre o seguinte:

Marcos

14.31   Mas ele insistia com mais veemência: Ainda que me seja necessário morrer contigo, de nenhum modo te negarei. Assim disseram todos.

PENSE NISSO:

Tudo que Jesus fez e que está relatado na Bíblia tem sentido Teológico;

O Episódio da Negação de Pedro envolve muito mais do que uma Lição de comportamento humano;

Jesus sempre aproveitou as mais simples e complexas situações para Ensinar, Admoestar, Corrigir, Profetizar, Libertar e Curar, sempre o sentido apontando para a Vida Eterna;

O Episódio da Negação de Pedro envolve uma Profecia!

Por que Três Negações e por que Dois Cantos do Galo?

Por que Jesus Proferiu a Profecia das Três Negações de Pedro?

RESPOSTAS:

Porque Jesus estava deixando enigmaticamente uma Mensagem sobre  Três Períodos da Humanidade:

Primeira Negação = Primeiro Período = Período Edênico até a Queda de Adão;

Segunda Negação = Segundo Período = Da Queda de Adão até o Dilúvio;

Terceira Negação = Terceiro Período = Do Dilúvio até o Arrebatamento da Igreja;

Por que Jesus usou o Galo, e por que Ele afirmou que o galo cantou duas vezes?

Porque o galo é um anunciador e despertador de que o dia está se aproximando;

O Registro de Enigmático e Confuso Episódio, nos Quatro Evangelhos,  retrata Profeticamente o comportamento Religioso da Humanidade;

O Canto do Galo simboliza que Jesus há dois mil anos está despertando a Humanidade e Sua primeira Volta se aproxima;

Não tenho dúvidas de que o galo cantou duas vezes após a terceira negação de Pedro;

Marcos

  14.30   Respondeu-lhe Jesus: Em verdade te digo que hoje, nesta noite, antes que duas vezes cante o galo, tu me negarás três vezes.

Primeiro canto do galo após a terceira negação ou Terceiro Período = Período que estamos vivendo;

Primeiro Canto do Galo significa que terminou o Terceiro Período = Primeira Volta de Jesus = Arrebatamento;

Segundo Canto do Galo significa que terminou a Grande Tribulação – Segunda Volta de Jesus  = Milênio.

Por que Jesus usou Pedro e não outro Apóstolo?

“Assim disseram todos”  ( Marcos 14: 31 ) = Todos tiveram a mesma atitude de Pedro.

Tudo indica que Pedro era quem tinha a maior estrutura comportamental para suportar e se levantar de tamanha ação emocional negativa; Isto ficou provado que Jesus fez questão de que Pedro estivesse presente na Sua aparição após ter Ressuscitado, conforme referência em Marcos 16: 6 e 7:

Marcos

16.6   Ele, porém, lhes disse: Não vos atemorizeis; buscais a Jesus, o Nazareno, que foi crucificado; ele ressuscitou, não está mais aqui; vede o lugar onde o tinham posto.

16.7   Mas ide, dizei a seus discípulos e a Pedro que ele vai adiante de vós para a Galiléia; lá o vereis, como ele vos disse.

Preste Atenção: “dizei a seus discípulos e a Pedro”

Para estar presente em Sua aparição, Jesus fez questão de mencionar o nome de Pedro, entre os doze, diante do Episódio em que o usou em Sua Profecia do Canto do Galo;

Este detalhe de citar o nome de Pedro comprova  sua escolha para o Profético Episódio do Canto do Galo, e de que Ele estava amparando e renovando as forças de Pedro, que se tornou um dos mais destacados entre os doze inicialmente escolhidos;

AS OPINIÕES DESENCONTRADAS DOS ESTUDIOSOS SOBRE O ASSUNTO

Muitas são as opiniões dos Estudiosos da Bíblia sobre esse Assunto;

Quanto mais tentam entender o quê na verdade aconteceu naquela noite envolvendo a Negação de Pedro e o Canto do Galo, mais deixam dúvidas ;

A referência a seguir é um bom exemplo de Estudo sobre o Enigmático Assunto;   Nesse Estudo um detalhe chama à atenção sobre o fato de que em Jerusalém não havia galo por proibição, por uma parcela de estudiosos, bem como,  havia sim por parte de outros ;

Outros Estudiosos apresentam interpretações de que não se trata de galo, mas o som da trombeta  romana noturna  que marcava os períodos da vigília da noite;

Caso o Leitor se proponha a  ler quero então acrescentar mais um razão de que o Episódio do Canto do Galo envolve uma Ação de Deus, pois, o Galo cantou duas vezes, enigmaticamente e Profeticamente;

Posso não ter encontrado todo o significado Teológico do Episódio em detalhes, porém deixo uma boa base de reflexão para o aprofundamento do Assunto.

Diante de uma evidente literalidade em contradição não resta a menor dúvida de que o Episódio da Negação de Pedro tem sentido Profético e Enigmático em relação à História do Cristianismo conforme  ainda hoje se vê pela sua descaracterização;

Bem entendido: não são textos em contradição, são Textos Proféticos e Enigmáticos sobre a descaracterização passada e presente do Cristianismo, COMO HOJE SE VÊ;

Quando Estudados à luz da literalidade não se chega a um entendimento Teológico;

EXEMPLOS DE DESCARACTERIZAÇÃO

1 – Heresias  como da  consagração da mulher ao Ofício Sacerdotal; Como um abismo chama outro abismo ( Salmos 42: 7 ), além de Pastora, já existe Bispa e até Apóstola, é só pesquisar no Google. Ver o Artigo “A MULHER E O SACERDÓCIO”, no Site.

2 – Idolatria com culto aos mortos transformados em santos;

Deuteronômio

18.11   nem encantador, nem necromante, nem mágico, nem quem consulte os mortos;

3 – Joio  de “objetos ungidos” ; Amuletos;

4 – Hipocrisia amplamente alertada por Jesus;

5 – Dissimulação e Manipulação de textos bíblicos com o objetivo de criar Doutrinas e encher Igreja;

6 – Frases de efeito em larga escala  para dar nome a Igreja;

7 – Profetadas para animar Pregações;

8 – Títulos pomposos;

9  _  …

O ESPÍRITO SANTO

Precisa ficar bem entendido que o Espírito Santo  USA  quem Ele quer, como Ele quer, onde Ele quer, no momento que Ele quer, no espaço de tempo que Ele quer, apenas como  exemplos;

Precisa ficar entendido que o Espírito Santo não opera  na Heresia, na Idolatria, no Joio dos “objetos ungidos”, amuletos, dissimulação, manipulação, apenas como exemplos;

A ação espiritual parecendo avivamento, sem  o Espírito Santo,  é  “movimento”  do “estrategista do mal”.

Não existe AVIVAMENTO   sem o Espírito Santo;

Mas existe “movimento” pela influência do “estrategista do mal”  que se transforma em “anjo de luz”, conforme 2ª Coríntios 11: 14:

2 Coríntios

11.14   E não é de admirar, porque o próprio Satanás se transforma em anjo de luz.

No INFERNO, o maior sofrimento dos Líderes Idólatras e Falsos Profetas, em geral, é a Incessante  Revolta da multidão dos Enganados.  Ver o Artigo “O ENIGMA DO INFERNO”, no Site.

Precisa ficar bem entendido, que nos meus Estudos eu abordo as questões de IDÉIAS, conforme a Constituição do Brasil me dá esse direito.

CONCLUSÃO

Os relatos controversos da NEGAÇÃO DE PEDRO,  nos Quatro Evangelhos,  são na verdade Enigmáticos Relatos Proféticos do Histórico e atual Sistema Religioso,  pela descaracterização do Cristianismo;

Pode parecer exagerado ou esdrúxula esta minha interpretação do Episódio da Negação de Pedro , porém tenho convicção de que a Bíblia não contém contradições ou imperfeições, e sim, é um Livro de Profundo sentido Teológico constituído de ENIGMAS;

Fiz questão de postar todas as referências para mostrar que as  desencontradas  colocações textuais são colocações Proféticas, atualmente  em cumprimento,  em relação  ao Cristianismo  desencontrado ou confuso, por culpa das atitudes na condução de Igrejas que constituem todos os Diversos Sistemas Religioso do Cristianismo;

AVIVAMENTO

Ministérios estão crescendo de forma espantosa  através de  Doutrinas Heréticas, com Joio de “objetos ungidos”, amuletos, etc, além da Idolatria já de longo tempo e que mostra esse crescimento herético;

O “estrategista do mal” age em favor desse crescimento que tem como explicação as palavras de Jesus em  Mateus 7: 21 a 23:

Mateus

21 = “Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! Entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus”.

22 = “Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? E em teu nome não expulsamos demônios? E em teu nome não fizemos muitas maravilhas?”

23 = “E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade”.

Preste atenção:  “não profetizamos nós em teu nome?”  =  Nome de Jesus.

Estão desdenhando o Mau!  Ver o Artigo “A ORIGEM DO MAU”, no Site.

PARA REFLEXÃO:

Se o Espírito Santo não opera na Idolatria, como se explica o “sucesso”  dos Sistemas de  Doutrinas Idólatras? –  O “estrategista do Mal” explica!

Estrategista do Mal = Ver Tópico na página 37 do Livro, no Site, e no Artigo “Ministérios Contaminados”, no Site.

IDOLATRIA

Causa-me  angústia  assistir através do Cristianismo a Idolatria como Doutrina, praticada e estimulada, em larga escala, quando  a Bíblia condena essa prática que leva à perdição, tanto no Velho Testamento  como no  Novo Testamento, conforme Salmos 115: 1 a 18  e  Apocalipse 21: 8, apenas como exemplos:

Salmos

115.4   Prata e ouro são os ídolos deles, obra das mãos de homens.

115.5   Têm boca e não falam; têm olhos e não vêem;

115.6   têm ouvidos e não ouvem; têm nariz e não cheiram.

115.7   Suas mãos não apalpam; seus pés não andam; som nenhum lhes sai da garganta.

115.8   Tornem-se semelhantes a eles os que os fazem e quantos neles confiam.

Apocalipse

21.8   Quanto, porém, aos covardes, aos incrédulos, aos abomináveis, aos assassinos, aos impuros, aos feiticeiros, aos idólatras e a todos os mentirosos, a parte que lhes cabe será no lago que arde com fogo e enxofre, a saber, a segunda morte.

“segunda morte” = Ver o Artigo “A ORIGEM DO MAU”, no Site.

Não tenho medo de errar ao afirmar que o “estrategista do Mal” está sempre promovendo o “sucesso” , dos diversos Sistemas, conforme Apocalipse 12: 9:

Apocalipse

12.9   E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, chamada o diabo e Satanás, que engana todo o mundo; ele foi precipitado na terra, e os seus anjos foram lançados com ele.

“que engana todo o mundo” = sem exceção.

Todos os Sistemas são influenciados pelo “estrategista do mal”, até os Religiosos,  quando apresentam “brechas” por Heresias, Joio dos “objetos ungidos”, amuletos e principalmente Idolatria;

SISTEMA = “Série de fatores dotados de coerência interna e de unidade, providas ambas as coisas por regras que governam as combinações e transformações permissíveis”. “As denominações Evangélicas e Cristães são sistemas” ( Enciclopédia de Bíblia, Teologia e Filosofia – Editora Candeia ) – Ver o Artigo “DESOBEDIÊNCIA  SISTEMÁTICA”, no Site.

As Tradicionais Igrejas Evangélicas precisam  estar vigilantes quanto às astutas ciladas do “estrategista do mal”

Mateus

22.14   Porque muitos são chamados, mas poucos, escolhidos.

CONCLUSÃO FINAL

O “estrategista do mal” está usando toda essa descaracterização, em nome de Jesus (Mateus 7: 21 a 23), e migrando suas estratégias místicas ,  para  esse movimento de  “auto-ajuda”  e muitos, até Evangélicos,  estão sendo enganados e entendendo que se trata de “AVIVAMENTO”;

Estratégias  místicas = fechando  locais de culto às trevas pela migração de pessoas que continuam místicas e enganadas;

Diante desse crescente e místico  movimento, eu cito a seguir  o postado no Artigo “As Dores de Parto Estão Aumentando!”, no Site:

MANIPULAÇÃO = É uma estratégia do “estrategista do mal”, que influencia a introdução,  nos diversos Sistemas Religiosos, de Heresias,  Joio dos “objetos ungidos”, amuletos, hipocrisia, profetadas… cumprindo as Profecias de Jesus em Lucas 18: 8, isto é, a Fé Verdadeira é substituída pela manipulação;

Almeida Revista e Atualizada

Lucas

18. 8   Digo-vos que, depressa, lhes fará justiça. Contudo, quando vier o Filho do Homem, achará, porventura, fé na terra?

Hebreus

11. 1   Ora, a fé é a certeza de coisas que se esperam, a convicção de fatos que se não vêem.

Pessoas despreparadas são levadas a desafiar o “estrategista do mal” através de profetadas e frases de efeito com conseqüências imprevisíveis;

Precisa ficar entendido que o Mau só pode ser combatido e derrotado com Jejum e Oração, e não com simples frases de efeito; ( Mateus 17: 21 ) ( Marcos 9: 29 );

Será, que a descaracterização do Cristianismo pelas Heresias, Idolatria, Joio dos “objetos ungidos”, amuletos, hipocrisia, dissimulação, manipulação, ANTI-ÉTICA,  que estão substituindo a FÉ  VERDADEIRA  que Jesus Profetizou sobre sua Vinda ao afirmar: quando o Filho do homem vier achará na Terra, um forte indício do primeiro Canto do Galo?

Primeiro Canto do Galo = Arrebatamento!

Almeida Revista e Atualizada

Hebreus

10.38   todavia, o meu justo viverá pela fé; e: Se retroceder, nele não se compraz a minha alma.

Lucas

18.8   Digo-vos que, depressa, lhes fará justiça. Contudo, quando vier o Filho do Homem, achará, porventura, fé na terra?

‘fé na terra” = Fé Verdadeira. Fé proveniente da Alma e do Espírito, sem artifícios.

Quem poderá dizer isso:

2 Timóteo

4.7   Combati o bom combate, completei a carreira, guardei a fé.

A pergunta é:

Que “AVIVAMENTO”  é esse sem a espiritual  e única FÉ VERDADEIRA?!

Resposta:

Dissimulação e Manipulação por influência do “estrategista do Mal”

Acredite se quiser!!!  A  terceira  Enigmática Negação de Pedro está terminando! O Primeiro Enigmático  Canto do Galo está para se cumprir!

 

PENSE NISSO:

 

INDIFERENÇA E INGRATIDÃO

 

Eu lancei o meu CD DE POESIAS acreditando na Gratidão de meus Leitores, diante dos seus Comentários regozijantes de Bênçãos;

 

O CD com 10 Reflexões têm muito a acrescentar em Bênçãos, porém…

 

Sobre este Assunto acessar a Seção “O AUTOR”, no Site.

 

……………………………………………. X ……………………………………….

“Este Artigo é de inspiração posterior à Publicação do Livro anunciado”

Os Artigos do Site complementam assuntos do Livro.

Na hipótese de ser importante, SUGIRO A INDICAÇÃO  do Artigo e o SITE.

Próximos Assuntos a serem incluídos no Site, paulatinamente:

– O ENIGMA DO NOVO CÉU E NOVA TERRA

– O PROFÉTICO E ENIGMÁTICO PERÍODO EDÊNICO

– ETC

OBS: Na hipótese de concordar que o Assunto é importante, copie o endereço do Site www.assuntospolemicosdabiblia.com imprima o máximo numa folha A4, corte em pedaços, e distribua, como instrumento de fazer a Obra do REINO DE DEUS.

 

 

 

 

 

 

5 comentários para O ENIGMA DA NEGAÇÃO DE PEDRO

  • Adair Benedito Paiva  disse:

    Assunto interessantíssimo . Realmente precisamos nos alertar contra a astucia do diabo . sou uma pessoa idosa (83 anos) mas este assunto me foi muito esclarecedor .Obrigado .

  • Josafá Sobreira da Silva  disse:

    De fato, como você salientou, é muito interessante que somente no Evangelho de Marcos há referência a 2 (dois) cantos do galo e não somente um, como nos outros evangelhos. Não há uma contradição essencial, pois, se Pedro negou Cristo antes que o galo cantasse da primeira vez, certamente negaria, como de fato negou, antes do 2º canto. A beleza que noto no relato é a segunda oportunidade dada por Deus a Pedro. O galo canta mais uma vez para que Pedro tivesse a oportunidade de refletir sobre a traição cometida. Creio que Deus está sempre disposto a dar mais uma oportunidade ao pecador, a sua segunda chance, o segundo canto do galo!

    • Onir Francisco Damas  disse:

      Prezado Josafá

      Sua colocação sobre refletir tem sentido para as Doutrinas que estão praticando Heresias;

      Deus está dando oportunidade para que Lideramças reflitam enquando o Galo não cante.

      Fique na Paz de Jesus.

      Onir

  • odenildo  disse:

    meus parabéns, ótima revelação,gostei do escarecimento

  • Marcelo  disse:

    Muito bom!
    Obrigado e meus parabéns!!!

Comente

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>