O ENIGMA DA SANTA CEIA

INTRODUÇÃO

Para uma perfeita compreensão do Enigma da Santa Ceia necessário se faz o entendimento do poder perdoador do sangue, bem com, sua relação com o fruto da videira, e, o pão com corpo simbólico de Jesus, como também uma breve reflexão.

O PODER PERDOADOR DO SANGUE

Por que o sangue dos animais sacrificados, no Antigo Testamento, tinha poder perdoador de pecados ? [Levítico 1: 4].

A resposta a Bíblia nos mostra, enigmaticamente, através de alguns versículos dos quais citarei 4 [quatro], e farei uma breve explanação sobre o assunto.

Romanos 11: 36 diz: Porque dEle e por Ele, e para Ele, são todas as coisas; glória pois a Ele eternamente. Amem.

João 1: 3:  Todas as coisas foram feitas por Ele, e sem Ele nada do que foi feito se fez.

João 1: 10: Estava no Mundo, e o Mundo foi feito por Ele, e o Mundo não O conheceu.

Colossenses  1:  16: Porque nEle  foram criadas todas as coisas que há nos Céus e na Terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades: tudo foi criado por Ele e para Ele.

O sangue dos animais tinha poder perdoador porque indiretamente era e é originariamente de JESUS, pois, todas as coisas foram criadas dEle, conforme os versículos citados.

Foram emanadas dEle = nasceram dEle, originaram-se dEle

EMANAR = proceder; sair; originar-se; ( Dicionário Aurélio )

Ao ser consagrado o animal para o sacrifício, o sangue do mesmo assumia um poder perdoador individual e transitório, enquanto a pessoa não cometesse outro pecado. Por isso a constante prática do sacrifício – no Antigo Testamento.

Foi necessário que o próprio EmanuelDeus Conosco –  JESUS assumisse a forma humana para que o Seu Sangue, diretamente, em sacrifício vivo e eficaz consagração anulasse o pecado para sempre em quem O aceita como Salvador Eterno.

Cientificamente e Teologicamente a Vida está no sangue [Deuteronômio 12: 23] [Levítico 17: 11].

Sem derramamento de sangue em sacrifício vivo e eficaz consagração, não há remissão de pecados [Hebreus 9: 22].

PARA REFLEXÃO:

A Bíblia diz que o Universo foi criado através da Pessoa da Trindade (Jesus) de tal maneira ENIGMÁTICA e transcendental que a nossa mente não consegue entender. A Bíblia diz em João 1:3: “Todas as coisas foram feitas por intermédio dEle, e sem Ele nada do que foi feito se fez”. Em Romanos 11:36: “Porque dEle e por meio dEle e para Ele são todas as coisas. A Ele pois a glória eternamente. Amém” (João 17: 5) (Filipenses 2: 6-11).

Por mais que busquemos o que a Bíblia diz em João 1: 3 e Romanos 11: 36, não conseguiremos entender claramente.

Como forma de buscar entendimento para tão extraordinário mistério, fui buscar numa semente de goiaba, por exemplo, a seguinte reflexão:

Coloque uma semente de goiaba na palma da mão e imagine quantas goiabas você consegue ver nessa semente. Mil goiabas, um milhão de goiabas, um bilhão de goiabas… Bem, tudo vai depender do lugar, tempo e espaço, entre outros. Estamos falando de uma simples semente.

Quando nós olhamos para Jesus, nós podemos entender a macrociência e a microciência.

Estamos falando do Eterno Criador, que desceu da Sua Glória. Ver “Acredite se quiser”, Pg. 88; Ver “Vida em Outros Planetas ?”, Pg. 104, entre outros, no Livro.

Tudo indica que Deus criou tão vasto e complexo Universo para mostrar o seu poder de criação, bem como, tão ínfimos e complexos microorganismos e partículas atômicas, mas o homem não entende.

Não tenho dúvidas, ao contemplar as diversas espécies e variedades dentro das espécies, de plantas, flores, insetos, aves, animais marinhos e animais terrenos, etc, que Deus tem o prazer de criar, e faz isso por prazer e por Amor.

Os Cientistas Evolucionistas não entendem que Deus criou e cria a vida no Reino Celestial e emana para a Terra, como fez com Adão e Eva, por exemplo.

O Homem olha para o Universo e vê bilhões. Olha para dentro de si mesmo e vê bilhões. Procura relacionar o que vê no Tempo e vê bilhões, então o Homem admite um Criador fora do Tempo, mas não sabe adorá-lO, nem fazer a Sua vontade.

Se Deus criasse o Universo, a macrociência e a microciência no limite do domínio do Homem, o Homem se sentiria um Deus em igualdade de condições. Por muito menos são fabricados deuses em escala mitológica, política, artística, esportiva, religiosa, etc…

As transformações e multiplicações que Jesus fez são apenas exemplos simples do Seu Poder Universal e Eternal.

A SANTA CEIA é uma Ordenança que envolve um dos mais TRANSCENDENTAIS e ENIGMÁTICOS episódios bíblicos envolvendo mais de um significado;

A CEIA MALDITA

A Teologia é a ciência dos enigmas de Deus. A Teologia e uma Ciência e a Bíblia é o Livro Teológico que contém toda a verdade, porém encoberta por enigmas, e revelados ao seu tempo por Deus.

Nós comemos por necessidade.

Os Seres Celestiais comem – quando comem – por prazer, enigmaticamente, conforme os acontecimentos bíblicos em Gênesis 18: 8, referente a LÒ e os Anjos e Gênesis 19: 3, referente a ABRAÃO e os Anjos, e, principalmente quando JESUS comeu após ter ressuscitado ( Lucas 24: 43 ) (João 21: 13-15) (Marcos 14: 25).

Por favor! Faça uma pausa na leitura e pense na seguinte pergunta:

Por que Jesus fez questão de comer com os discípulos após ter ressuscitado?

Continue lendo, pois, a resposta está contextualizada em Exegese e Hermenêutica no decorrer do Artigo;

Lúcifer comeu a “coisa que contamina” (Apocalipse 21: 27), e transformou-se em Satanás, mas escondeu os efeitos do Mau.

Em seguida reuniu todos os Anjos que estavam ao alcance de suas ordens e promoveu uma Ceia Maldita, enganando a todos com argumento mentiroso de que seriam iguais a Deus, única explicação teológica para que um terço dos Anjos (Apocalipse 12: 04) fossem enganados, como enganou Adão e Eva, no Éden (Gênesis 3: 1 a 24).

Não esqueçam que Adão e Eva foram enganados no Paraíso – Lugar Celestial – onde Deus se fazia presente – enganados  pelo ex-Lúcifer (Satanás), e, contaminaram-se pela BOCA;

Única explicação teológica e racional para a Queda dos Anjos e do Homem.

JESUS, enigmaticamente, criou a Santa Ceia para mostrar como o Mau entrou no Mundo através de Lúcifer e Adão, e, como o pão e o vinho não podem ser ingeridos na Santa Ceia, indignamente.

A Santa Ceia é o inverso da ceia maldita, por comparação.

O Significado fundamental, claro e conhecido da SANTA CEIA está na Nova Aliança em favor da Salvação, pelo Sangue de Jesus ( Lucas 22: 19 a 22 ) ( Marcos 14: 22 a 26 );

Lucas 22: 19 a 22 :

19 = E, tomando o pão, e havendo dado graças, partiu-o, e deu-lho, dizendo: Isto é o meu corpo, que por vós é dado; fazei isto em memória de mim.

20 = Semelhantemente, tomou o cálice, depois da ceia, dizendo: Este cálice é o novo testamento no meu sangue, que é derramado por vós.

21 = Mas eis que a mão do que me trai está comigo à mesa.

22 = E, na verdade, o Filho do homem vai segundo o que está determinado; mas ai daquele homem por quem é traído!

A afirmação mais conclusiva sobre o significado da Santa Ceia está em João 6: 53 a 57 :

53 = Jesus, pois, lhes disse: Na verdade, na verdade vos digo que, se não comerdes a carne do Filho do homem, e não beberdes o seu sangue, não tereis vida em vós mesmos.

54 = Quem come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia.

55 = Porque a minha carne verdadeiramente é comida, e o meu sangue verdadeiramente é bebida.

56 = Quem come a minha carne e bebe o meu sangue permanece em mim e eu nele.

57 = Assim como o Pai, que vive, me enviou, e eu vivo pelo Pai, assim, quem de mim se alimenta, também viverá por mim.

O texto é tão claro e conclusivo, apesar de seu transcendentalismo, que dispensa qualquer explicação, além de deixar claro que a CARNE é simbolizada pelo PÃO, e o SANGUE, pelo VINHO;

PENSE NISSO:

O pão vem do trigo que vem de uma planta;

O vinho vem da uva que vem de uma planta – videira;

Jesus afirma que é a Videira Verdadeira ( João 15: 1 )

Árvore da Vida ! – Jesus é, simbolicamente, A ÁRVORE DA VIDA –( Gênesis 2: 9 ) ( Apocalipse 2: 7 ).

A Árvore do Conhecimento do Bem e do Mal simboliza a existência Eterna do MAU – Ver “A ORIGEM DO MAU”, no Site. Se todas as coisas foram feitas dEle, por Ele para Ele, logo, o Mau não pode ter sido feito dEle, por Ele para Ele. A explicação contextualizada está no Artigo indicado.

Releia as afirmações acima sobre o fato de todas as coisas terem sido criadas (EMANADAS) dEle, por Ele, para Ele (Romanos 11: 36) (João 1:3) (João 1: 10) (Colossenses 1: 16), para entender o SIMBOLISMO do pão e do vinho na Santa Ceia;

O texto de 1ª Coríntios 11: 23 a 34 é um Roteiro Cerimonial a ser seguido na realização e distribuição do pão e do vinho, na Santa Ceia, como faziam os Discípulos de Jesus, para a IGREJA.;

A SANTA CEIA é uma Festa, uma Comemoração pela Morte e Ressurreição de Jesus, e, consequentemente um Memorial em função da Salvação em Jesus, mas com o transcendental poder de Sua Presença e comunhão vivificante espiritual, na Igreja, como Corpo de Cristo. – “…quem de mim se alimenta, por mim viverá” ( João 6: 57b).

A CONTAMINAÇÃO E QUEDA DE LÚCIFER

Argumento para mostrar que Lúcifer e os seus Anjos seguidores contaminaram-se ao comer a “substância” [Apocalipse 21: 27] que contamina e que no Jardim do Éden foi chamada, enigmaticamente, por Deus, de Árvore do Conhecimento do Bem e do Mal. [Gênesis. 2: 9].

A Teologia moderna ou atual não pode simplesmente argumentar que foi apenas “orgulho” que levou Lúcifer ao pecado, mas sim a partir do “orgulho”, ambição e contaminação por comer algo que imaginou ser capaz de fazê-lo igual a Deus, como disse para Adão e Eva. (Gênesis 3: 5 );

Os Anjos que seguiram a Lúcifer não o fizeram por “orgulho”, logicamente.

Todos A UM SÓ TEMPO realizando uma “Ceia Maldita” e liderados por Lúcifer contaminaram-se, pensando que a “substância” – coisa que contamina (Apocalipse 21: 27 ) – os fariam como Deus.

Tudo indica que a expressão: “Bebei dele todos”, em Mateus 26: 27, usada por Jesus, tem o significado enigmático de mostrar o que Lúcifer fez, e que Jesus com a Santa Ceia, anula a maldição com o mesmo gesto, testificando no Céu e na Terra, religiosamente, até a Sua Volta, através da comunhão na Igreja – O CORPO DE CRISTO.

A Serpente [Satanás – ex Lúcifer] [Apocalipse 12: 9] induziu Eva e Adão a comerem da, enigmática, “Árvore Proibida”, porque ele já havia, de alguma forma, feito o mesmo quando da Queda no Éden de Ezequiel 28: 13, ou não?!

Qual a certeza que ele tinha dos seus efeitos, se não por experiência própria?!

Como Satanás sabia o que iria acontecer ? Ele jamais iria dar um conselho para o Bem!

Precisa ficar claro que se Satanás não tivesse certeza dos efeitos malignos do “Fruto Proibido” ele jamais iria influenciar Adão e Eva para comer

Os Seres Celestiais comem por prazer e não por necessidade como nós. Desta forma não tenho medo de errar quando afirmo que Lúcifer comeu o que não podia, juntamente com Anjos, o que ocasionou as respectivas “quedas”.

Os exemplos bíblicos dos Anjos que comeram alimentos e Jesus que comeu após ter ressuscitado, nos mostram esta verdade. Certamente as substâncias não têm o mesmo efeito neles, como em nós, mas transformam-se, misteriosamente, enigmaticamente, transcendentalmente no interior do “Corpo”  que possuem. Este Mistério somente na Eternidade poderemos entender.

A título de reflexão, pois se trata de um enigma a QUEDA de Lúcifer, de Anjos, bem como, de Adão e Eva, reflita nisso, a seguir:

Gênesis 2: 9 – Fala no Fruto Proibido

Apocalipse. 21: 27 – Fala na coisa que contamina

Gênesis 3: 6 – Fala que Adão e Eva comeram do Fruto Proibido

Gênesis 3: 5 – Fala como Satanás certamente sabia dos efeitos do Fruto

Gênesis 3: 17 – Fala da maldição que atingiu a Terra após Adão comer do Fruto Proibido

Mateus 26: 26 – 30 – Fala da Bênção para quem come a Santa Ceia, dignamente.

Gênesis 18: 8 – Fala que os Anjos que visitaram Ló comeram o que lhes foi oferecido

Gênesis 19: 3 – Fala que os Anjos que visitaram Abraão comeram da mesma forma.

Lucas 24: 43 – Fala como Jesus comeu com os discípulos após ressuscitar (João 21: 13 a 15)

Ezequiel 28: 14 e 15 – Fala que Lúcifer era Querubim Ungido da Guarda, Perfeito, até que num determinado dia deixou de ser, misteriosamente.

Apocalipse 12: 8 e 9 – Fala que Lúcifer transformou-se em Satanás [Adversário] misteriosamente, sendo expulso das Hostes Celestiais, juntamente com Anjos que perderam a perfeição.

Mateus 26: 27 – Diz como Jesus instituiu a Santa Ceia em conjunto ao dizer: “Bebei dele todos”.

Apocalipse 12: 4 – Mostra com a expressão – “A sua cauda levou após si a terça parte das estrelas do Céu,…”, que Lúcifer [Satanás] usou o seu poder ascendente sobre os Anjos sob suas ordens para acompanhá-lo no gesto de comer da coisa proibida – que contamina – no Plano Eterno.

Nós comemos por necessidade. Os Anjos Celestiais comem por prazer – quando comem – misteriosamente.

Não vejo exagero dizer que Lúcifer e os Anjos que o seguiram, comeram algo que não podiam no Plano Eterno, ou biblicamente designado de Jardim de Deus [Ezequiel 28: 13] – Paraíso.

Não esquecer que o Éden e Jardim do Éden, tanto em Ezequiel 28: 13 e Gênesis. 2: 8 era uma extensão do Céu – Paraíso, assim como, um jardim é uma extensão de um Lar; Onde DEUS se fazia presente.

A Bíblia não deixa dúvidas sobre a ingestão de alimentos por Anjos, e,  por Jesus, após ressuscitar;

Por que os Anjos que visitaram Ló e Abraão comeram ? Estavam com fome? Tinham necessidade de comer ou comeram com algum objetivo Teológico ? Qual ?

Por que Jesus comeu com os Discípulos após ressuscitar ? Estava com fome? Tinha necessidade ou comeu para mostrar um esclarecimento enigmático como eu abordo ?

A Bíblia registra duas situações que veremos a seguir, e o seu significado teológico.

A SANTA CEIA E O ENIGMA  DA  CEIA MALDITA DA QUEDA DE LÚCIFER

Além do significado fundamental da Nova Aliança, um outro significado paralelo, enigmático, transcendental e teológico da Santa Ceia, está no sentido de mostrar como se deu a Queda de Lúcifer, e, como Lúcifer levou a terça parte dos Anjos que estavam sob sua influência e ordens, à Queda.;

Apocalipse 12: 3 e 4:

3 = E viu-se outro sinal no céu; e eis que era um grande dragão vermelho, que tinha sete cabeças e dez chifres, e sobre as suas cabeças sete diademas

4 = E a sua cauda levou após si a terça parte das estrelas do céu, e lançou-as sobre a terra; e o dragão parou diante da mulher que havia de dar à luz, para que, dando ela à luz, lhe tragasse o filho.

– Detalhes Enigmáticos :

“Grande Dragão Vermelho” = Trata-se de Satanás, ex-Lúcifer

“Que tinha sete cabeças…e sobre suas cabeças sete diademas”  =  Sete anos de governo na Grande Tribulação

“Dez Chifres”  =  Dez Poderes terrenos ( Político, Militar, Religioso e Econômico ) que  apoiarão o AntiCristo na Grande Tribulação

“E a sua cauda levou após si a terça parte das estrelas do céu” – uma forma enigmática de mostrar que Lúcifer comeu do Mau Eterno ( ver “A ORIGEM DO MAU”, no Site ) e depois ENGANOU a terça parte das estrelas do céu ( Anjos ) fazendo  com que eles também, por persuasão, comessem do Mau, através de uma Ceia Maldita.

Para entender o Mau faz-se necessário, pela sua extensão,  ler “A Origem do Mau”, através do Site;

Lúcifer transformou-se em Satanás e os Anjos em Demônios.

Como Lúcifer era o sinete da Perfeição ( Ezequiel 28: 12 ), transformou-se no sinete do MAU, assim como, os Anjos  transformaram-se em Demônios de acordo com suas posições no Reino Celestial, após contaminarem-se com o Mau.

O ENGANO está no detalhe enigmático da ação através da CAUDA ( persuasão) do Dragão (Satanás) e não no poder do fogo de sua boca, simbolicamente e enigmaticamente. Não esquecer que o Dragão é uma figura  simbólica teologicamente;

Dentre o  enigmático episódio da Santa Ceia envolvendo Judas Iscariotes , sua AMBIÇÃO, traição e queda, tem também, o SIMBOLISMO de mostrar como Lúcifer,  por COMPARAÇÃO com Judas, chegou à perdição.:

– Lúcifer era um Querubim junto a DEUS ( Ezequiel 28: 14 )

– Judas era um Discípulo (Apóstolo) junto a Jesus ( Marcos 3: 19 )

– Lúcifer por Ambição chegou à traição e perdição ( 2ª Tessalonicenses 2: 3 )( Ezequiel 28: 15 ), ao que tudo indica, através de uma Ceia Maldita, pensando que seria como Deus, como disse, depois, para Adão e Eva. Não esquecer que Eva e Adão praticaram uma Ceia Maldita, orientada por Satanás

– Judas por Ambição chegou à traição e perdição, através da Santa Ceia ( João 17: 12 )

– Tudo leva a crer que Lúcifer COMEU algo para sua perdição, pensando tratar-se de algo que o faria ser igual a Deus. ( Isaías 14: 13 e 14 )

– Judas Iscariotes COMEU para sua perdição sob possessão de Satanás (Ex-Lúcifer )( João 13: 26 e 27 );

– Precisa ficar entendido que os exemplos bíblicos dos Anjos que visitaram Ló ( Gênesis 18: 8 ) e Abraão ( Gênesis 19: 3 ) e COMERAM, bem como, o exemplo de Jesus que COMEU com os Discípulos após ter ressuscitado ( João 21: 13 a 15 ), não deixam dúvida que esta prática não é exclusividade dos Humanos, enigmaticamente e transcendentalmente;

Onde está o embasamento bíblico para a Exegese de tão ousada afirmação de que Lúcifer caiu através de uma Ceia Maldita ?!

1ª João 3: 8 responde :

8 = “Quem comete o pecado é do Diabo; porque o Diabo peca desde o princípio. Para isto o Filho de Deus se manifestou: PARA DESFAZER AS OBRAS DO DIABO”.

QUAIS OBRAS ?!

– A Ceia Maldita de Lúcifer ( Satanás ) e um terço dos Anjos, é UMA DELAS, bem como, A Ceia Maldita de Eva e Adão, que Jesus mostra e anula com a Santa Ceia e o simbolismo de Judas figurando Lúcifer (Satanás) ( João 13: 26 e 27 ), como também, as expressões de “filho da perdição”, simbolicamente, para Judas ( João 17: 12 ) e “filho da perdição” para Satanás ( 2ª Tessalonicenses 2: 3 )

João 13: 26 e 27

26 = Jesus respondeu: É aquele a quem eu der o bocado molhado. E, molhando o bocado, o deu a Judas Iscariotes, filho de Simão.

27 = E, após o bocado, entrou nele Satanás. Disse, pois, Jesus: O que fazes, faze-o depressa.

João 17: 12

12 = Estando eu com eles no mundo, guardava-os em teu nome. Tenho guardado aqueles que tu me deste, e nenhum deles se perdeu, senão o filho da perdição, para que a Escritura se cumprisse.

2ª Tessalonicenses 2: 3

3 = Ninguém de maneira alguma vos engane; porque não será assim sem que antes venha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição,

Para quem ainda não entendeu, preste atenção no fato teológico de Satanás entrar em Judas no ato da Ceia, caracterizando o gesto de Lúcifer, na sua Perdição, no Éden de Ezequiel 28: 13, quando comeu o que não podia;

Teologicamente, fica evidente que por força do MAU, Satanás se fez presente, na Santa Ceia, na pessoa de Judas, indignamente, caracterizando a Perdição de ambos.

“força do MAU” = O MAU é AntiDeus e quem está sob o seu domínio faz a sua vontade. O Mau, transcendentalmente,  tem vida em si. Ver ‘A ORIGEM DO MAU”, no Site.

Satanás sabe que será destruído, mas não consegue, nem pode dominar os efeitos da contaminação que age em seu ser, por força do Mau, e desta forma fará exatamente como prediz as Escrituras em 2º Tessalonicenses 2: 1 a 12 e Apocalipse EM GERAL, tudo por comparação ENIGMÁTICA, com um viciado em drogas;

– A Ceia Maldita de Adão e Eva, que comeram o “Fruto Proibido”, “COISA QUE CONTAMINA – Apocalipse 21: 27 “, pela presença indutora de Satanás (Serpente) ( Apocalipse 12: 9 ),  é OUTRA OBRA MALDITA, que Jesus desfaz pelo poder da Santa Ceia, através do pão e do vinho, e o Seu Sacrifício na Cruz do Calvário( Gênesis 3: 3 a 6 ),

Um gesto mortal de desobediência sendo anulado por um gesto Divino de Obediência: Uma Ceia Maldita sendo anulada por uma Ceia Bendita, Uma Maldição sendo anulada por uma Bênção.

Quem pode entender tamanho mistério ?!

Por que Lúcifer (Satanás ) e os Anjos caídos não têm Salvação ?

– Eles contaminaram-se com o MAU num Corpo Espiritual, que não conhecemos a “essência” , e que não permite mais a Salvação, enigmaticamente; Certamente, eles foram alertados, antes de contaminarem-se com o Mau, da mesma forma como Deus alertou Adão e Eva;

Por que nós, a partir de Adão e Eva, temos Salvação ?

Porque ELES (Adão e Eva) contaminaram-se num Corpo Humano, que tem Salvação, conforme conhecemos amplamente através da Encarnação e do Sacrifício de Jesus, conhecido antes da Fundação do Mundo ( 1ª Pedro 1: 20 ) (Apocalipse 13: 8 ) ( João 17: 24 ); ( Romanos 5: 12 a 21 );

Certamente você está perguntando:

E quanto aos que viveram antes de Jesus, ou, os que nunca tomaram conhecimento de Jesus?

A resposta COMPLETA, pela sua extensão e complexidade, você encontra, amplamente contextualizada, nos Artigos; ‘SALVAÇÃO E VIDA ETERNA’,  “A Origem do Mau”, no Site.

– Deus é Perfeito e Sua Justiça não é como a Humana. O Plano de Deus é Perfeito; Na Eternidade ficaremos extasiados com o Princípio de Tudo, Final de Tudo e o Novo Céu e a Nova Terra..

NÃO DEIXE DE PENSAR E REFLETIR ao ler este assunto nos exemplos que são REPETIDOS  A SEGUIR sobre o fato de Anjos comerem alimentos enigmaticamente e JESUS que também fez questão de comer após ressuscitar.

Não tenho dúvidas que se trata de uma demonstração para mostrar que a queda dos Anjos se deu pela ingestão de “ALGO”, assim como foi a queda de Adão e Eva. Este misterioso “fruto” só entenderemos na Eternidade.

Reflita no fato de que a Queda de Lúcifer e Anjos, e, de Adão e Eva se deu no Jardim do Éden – Paraíso – Lugar Celestial.

Um Jardim é uma extensão de um Lar. Por simbolismo e figura, o Jardim do Éden é uma extensão do Céu – Lar Celestial, onde Deus se fazia presente aqui na Terra.

Adão e Eva praticaram uma Ceia Maldita por indução de Satanás, que certamente sabia dos efeitos da Ceia (Fruto), por experiência própria, quando de sua “queda”, no Jardim de Deus, em Ezequiel 28: 13. – Ver o “Éden de Ezequiel 28: 13”, no Livro.

A título de reflexão, pois se trata de um enigma a QUEDA de Lúcifer, bem como, de Adão e Eva, devido a sua fundamental importância para este Artigo, releia as referências já postadas e pense nisso, a seguir:

Gênesis 2: 9 – Fala no Fruto Proibido

Apocalipse 21: 27 – Fala na coisa que contamina

Gênesis 3: 6 – Fala que Adão e Eva comeram do Fruto Proibido

Gênesis 3: 5 – Fala como Satanás, por experiência própria, sabia dos efeitos do Fruto

Gênesis 3: 17 – Fala da maldição que atingiu a Terra após Adão comer do Fruto Proibido

Mateus 26: 26 – 30 – Fala da quebra da maldição para quem come a Santa Ceia, dignamente.

Gênesis 18: 8 – Fala que os Anjos que visitaram Ló comeram o que lhes foi oferecido

Gênesis 19: 3 – Fala que os Anjos que visitaram Abraão comeram da mesma forma.

Lucas 24: 43 – Fala como Jesus comeu com os discípulos após ressuscitar (João 21: 13 a 15)

Lucas 22: 30 – Fala como Jesus afirma sobre o comer e beber na Sua mesa no Reino Celestial.

Ezequiel 28: 14 e 15 – Fala que Lúcifer era Querubim Ungido da Guarda, Perfeito, até que num determinado dia deixou de ser, misteriosamente.

Apocalipse 12: 8 e 9 – Fala que Lúcifer transformou-se em Satanás [Adversário] misteriosamente, sendo expulso das Hostes Celestiais, juntamente com Anjos que perderam a perfeição.

Mt 26: 27 – Diz como Jesus instituiu a Santa Ceia em conjunto ao dizer: “Bebei dele todos”.

Apocalipse 12: 4 – Mostra com a expressão enigmática – “A sua cauda levou após si a terça parte das estrelas do Céu,, e lançou-a sobre a Terra”, que Lúcifer [Satanás] usou de PERSUASÃO e o seu poder ascendente sobre os Anjos sob suas ordens para acompanhá-lo no gesto de comer da coisa proibida – que contamina ( Apocalipse 21: 27 ) – no Plano Eterno, misteriosamente.

Apocalipse 21: 27 – “e não entrará nela coisa alguma que contamine, e cometa abominação e mentira…” tem o simbolismo de mostrar que se trata do MAU ETERNO, pois Deus não precisaria citar este detalhe no Projeto do Novo Céu e da Nova Terra, mas sim, como uma informação Teológica sobre a existência do Mau, que ELE definitivamente vai imobilizar, sob prisão no Lago de Fogo ( Apocalipse 20: 14 e 15 ; Apocalipse 21: 8 )..

É O MESMO QUE DIZER : Eu não criei o MAU. O Mau é eterno. Eu vou imobilizá-lo no devido tempo. Eu o mantenho, SOB CONTROLE, como condição para PROVAR, APROVAR ou REPROVAR, tanto aos Anjos, como a Humanidade que Criei. ( Ler a Origem do Mau );

CONCLUSÃO

A AMBIÇÃO na Obra de Deus deve ser um motivo de Reflexão no contexto deste Artigo.

O desprendimento e a Humildade, sem hipocrisia, deve ser o objetivo na Obra de Deus.

Ser obediente é ser inteligente, porém mais importante é ser inteligente dando ouvidos à voz da razão quando se está em desobediência à Palavra de Deus, corrigindo rumos enquanto há tempo.

A SANTA CEIA, além de uma Ordenança, tem um significado enigmático e transcendental, na Queda de Lúcifer.

Nós comemos por necessidade. Os Anjos Celestiais comem por prazer – quando comem – misteriosamente.

Não vejo exagero dizer que Lúcifer e um terço dos Anjos, comeram “algo” que não podiam no Plano Eterno, ou biblicamente designado de Jardim de Deus [Ezequiel 28: 13] – Paraíso. Uma extensão do Céu aqui na Terra, que contextualiza com o Jardim do Éden de Adão e Eva, e, que não foi extinto, mas está guardado por Querubins, pela sua eternidade, como extensão do Céu ( Gênesis 3: 24 ) ( Apocalipse 2: 7 );

O detalhe bíblico dos Anjos que comeram e Jesus que comeu após ressuscitar, enigmaticamente, têm um significado para entendermos a Queda de Lúcifer e de um terço dos Anjos, pela “INGESTÃO”, isto é, os Seres Espirituais, misteriosamente, COMEM e BEBEM :

“E digo-vos que, desta hora em diante, não beberei deste fruto da videira, até aquele dia em que o hei de beber, novo, convosco no reino de meu Pai” ( Mateus 26: 29 );

“até aquele dia em que o hei de beber, novo, convosco no reino de meu Pai” = “ENTENDEU ?!

Tudo indica que houve uma Ceia Maldita no Céu – Jardim de Deus – Ezequiel 28: 13 – presidida por Lúcifer, assim como haverá uma Santa Ceia que os Salvos participarão conforme Mateus 26: 29, acima, Presidida  por Jesus, para completar o sentido de desfazer as obras do Mau, no “Plano Material”  e no “Plano Espiritual”;

No “Plano Material”, por ação de Adão e Eva;

No “Plano Espiritual”, por ação de Lúcifer e um terço dos Anjos

– ” O Filho de Deus veio para desfazer as obras do Diabo” ( 1ª João 3: 8 );

Detalhes aparentemente insignificantes são, na verdade, importantes informações, ENIGMÁTICAS, para contextualizar e esclarecer a TEOLOGIA;

O detalhe significativo de que houve uma Ceia Maldita no Paraíso – Éden de Ezequiel 28: 13 – está no fato de JESUS afirmar que haverá uma Ceia no Céu ( Mateus 26: 29 ) (Marcos 14: 25 ) ( Lucas 22: 30 ), para  Desfazer ( 1ª João 3: 8 ), o que Lúcifer (Satanás ) fez, enigmaticamente, com um terço dos Anjos ( Apocalipse 12: 4 );

Outro detalhe enigmático que corrobora a afirmação acima, está no fato de JESUS citar apenas o cálice ( Mateus 26: 29 ) e não o pão, também, como informação sobre a Ceia no Céu, já que ELE iria comer alimento sólido, como o fez, após ressuscitar, para mostrar que os Seres Celestiais comem e bebem, misteriosamente ( Lucas 24: 43 ) ( João 21: 13 a 15 );

Em outras palavras: “O Cálice eu não vou mais beber, aqui na Terra, mas ainda vou comer algo convosco antes de ascender ao Céu, para mostrar que os Seres espirituais comem e bebem”

Adão e Eva perderam a imortalidade após comerem o “Fruto Proibido”, por indução mentirosa de Satanás ( Ex-Lúcifer ) que enigmaticamente conhecia os efeitos malignos do fruto;

Lúcifer, teologicamente, quer dizer RESPLENDOR – Querubim de Ezequiel 28: 17;

Satanás, teologicamente, quer dizer ADVERSÁRIO – Transformação que sofreu Lúcifer após contaminar-se com o Mau; O Mau é AntiDeus desde a Eternidade, misteriosamente e enigmaticamente, como amplamente explicado no Artigo “A ORIGEM DO MAU”, no Site;

Judas Iscariotes, simbolizado “o filho da perdição”, perdeu a Salvação após comer indignamente, da Santa Ceia, tornando-se um ceiante maldito, e, sua morte e perdição retratam e confirma o simbolismo do procedimento de Lúcifer (Satanás) ( Apocalipse 17: 8 e 11 ) – “o filho da perdição”

Não esquecer que todos os Crentes que comem da Santa Ceia, indignamente, isto é, em pecado, o fazem para sua própria perdição ( 1ª Coríntios 11: 27 )

“Por isso, aquele que comer o pão ou beber o cálice do Senhor, indignamente, será réu do corpo e do sangue do Senhor” ( 1ª Coríntios 11: 27 )

Não esquecer que o Éden e Jardim do Éden, tanto em Ezequiel 28: 13 e Gênesis. 2: 8 era uma extensão do Céu – Paraíso, simbolicamente, como um jardim é uma extensão de um Lar, onde DEUS se fazia presente aqui na Terra, porém em períodos e objetivos diferentes e enigmáticos;

MALDITA É A TERRA POR TUA CAUSA – Gênesis 3: 17 – Por causa da contaminação de Adão – A profundidade TEOLÓGICA desta expressão ultrapassa os limites da nossa compreensão FINITA;

Por que a Bíblia – a Palavra de Deus – não é explícita, e sim, enigmática ?

– Porque o Reino de Deus é tomado por esforço, e os que se esforçam apoderam-se dEle ( Lucas 16: 16b)

Se Deus mostrasse abertamente e explicitamente as maravilhas do Reino Celestial, muitos iriam buscá-lO, não por Amor e Adoração, e sim por puro interesse;

“A Origem do Mau”, entre outros, postados no Site dá mais explicações, envolvendo a Queda de Lúcifer, E MUITO MAIS…

A ignorância de nada vale. Os Homens têm o direito de investigar, pesquisar e prestar relatório de suas descobertas, como ponto de partida para maiores aprofundamentos, ou refutação fundamentada; Em Exegese e Hermenêutica, contextualizada.

PENSE NISSO:

INDIFERENÇA E INGRATIDÃO

Sobre este Assunto acessar a Seção “O AUTOR”, no Site.

………………………………………………x…………………………………………………

“Este Artigo é de inspiração posterior à Publicação do Livro anunciado”

Na hipótese de ser importante, SUGIRO A INDICAÇÃO  do Artigo e o SITE.

Próximos Assuntos a serem incluídos no Site, paulatinamente:

– O Profético e Enigmático Arrebatamento da Igreja de Cristo
– O Enigma da Grande Tribulação
– O Profético Reino Milenial
– Sinais de Deus antes de Juízo
– Etc

12 comentários para O ENIGMA DA SANTA CEIA

  • Raphael  disse:

    Então quer dizer que eu por nunca ter me confessado não posso comungar na igreja pois não sou digno ? Só em igrejas ou templos é que pode-se arrepender dos pecados ? E se chegar o dia do juízo sem que eu nunca tenha comungado não serei salvo ?

    • Onir Francisco Damas  disse:

      Prezado Raphael

      Não vou responder suas perguntas sobre Salvação, postadas em Comentário, pois são de referência à Doutrina da Igreja Católica Romana;

      Quanto a Salvação Bíblica e Cristã posso lhe assegurar que necessário se faz a seguinte pergunta:

      “O que é a Salvação ?

      – Como responder o que é Salvação, sem antes considerar as Promessas de Salvação para Abraão e sua descendência, conforme Gênesis 12: 3 : – “Em ti serão benditas todas as Famílias da Terra” – isto é, através dos Judeus Judaizantes, os Árabes Ismaelitas, os Cristãos;

      – Como responder o que é Salvação em relação aos Gentios desde Adão;

      Deixo a seguir uma breve consideração sobre a Salvação desses Povos:

      – Salvação dos Judeus Judaizantes = Será conforme a sua Doutrina Religiosa contextualizada no Torá e os Profetas, principalmente, ( Joel 3: 1 a 21 ) ( Daniel 7: 9 e 10 ), bem como, todos os que se converterem ao Judaísmo, julgados no Juízo Final;

      – Salvação dos Árabes Ismaelitas Mulçumanos = Será conforme a sua Doutrina Religiosa contextualizada no Alcorão, principalmente ( 58ª Surata versículo 6 e 7) ( 10ª Surata versículo 61) (21ª Surata versículo 47), bem como, todos os que se converterem ao Islamismo, julgados no Juízo Final;

      58ª SURATA : 6 e 7:

      6 – Será o dia em que Deus os ressuscitará a todos e os inteirará de tudo quanto tiverem feito. Deus o memoriza, enquanto eles o esquecem, porque Deus é Testemunha de tudo.

      7 – Não reparas em que Deus conhece tudo quanto existe nos céus e na terra? Não há confidência entre três pessoas, sem que Ele seja a Quarta delas; nem entre cinco, sem que Ele seja a sexta; nem que haja menos ou mais do que isso, sem que Ele esteja com elas, onde quer que se achem. Logo, no Dia da Ressurreição, os inteirará de tudo quanto fizerem, porque Deus é Onisciente.

      10ª SURATA: 61

      61 – Em qualquer situação em que vos encontrardes, qualquer parte do Alcorão que recitardes, seja qual for a tarefa que empreenderdes, seremos Testemunha quando nisso estiverdes absortos, porque nada escapa do teu Senhor, nem do peso de um átomo ou algo menor ou maior do que este, na terra ou nos céus, pois tudo está registrado num Livro lúcido.

      21ª SURATA : 47

      47 – E instalaremos as balanças da justiça para o Dia da Ressurreição. Nenhuma alma será defraudada no mínimo que seja; mesmo se for do peso de um grão de mostarda, tê-lo-emos em conta. Bastamos Nós por cômputo.(943)

      (Centro Cultural Beneficente Islâmico de Foz do Iguaçu) – http://www.islam.com.br

      PENSE NISSO: Segundo a Enciclopédia de Bíblia Teologia e Filosofia – Volume 3 – Página 387 – Editora Candeia – Subtítulo “ISMAELITAS” – “Maomé dizia-se descendente de Ismael. Visto que, historicamente falando, os Árabes têm sido cuidadosos sobre suas genealogias, a exemplo dos Judeus, é possível que a reivindicação dele fosse autêntica. Dando margem à miscigenação entre várias Tribos, especialmente com os Joctanitas e os Queturaítas, quase chega a ser correto chamarmos os Árabes de Ismaelitas”

      – Salvação dos Cristãos = Será conforme os seus nomes escritos no Livro da Vida do Cordeiro ( Apocalipse 20: 4 a 6 ) ( Apocalipse 22: 14 ), julgados no Tribunal de Cristo ( 2ª Coríntios 5: 10 ), e que estarão livres do Juízo Final – Trono Branco;

      – Salvação dos demais Povos que não conheceram o Deus Verdadeiro, a partir de Adão e Eva – Os Gentios NÃO Cristãos = Será Pela Justiça Divina, conforme as Escrituras Sagradas em João 5: 27 a 29, contextualizada em Apocalipse 20: 11 a 15, julgados no Juízo Final, contextualizado pela referência em Daniel 5: 27 “Pesado foste na balança e foste achado em falta”; Ver Romanos 2: 1 a 16.

      Do exposto fica evidente que nos dias atuais a Salvação é a certeza de não ter que comparecer perante o Trono Branco – Juízo Final;

      A Salvação é a garantia de morrer fisicamente ou ser um arrebatado, e continuar vivo espiritualmente junto a Deus, porém, e, somente através de Jesus Cristo ( João 17: 3 ).

      A Salvação é instantânea quando do Ato público e notório do Pecador Receber a Cristo como o seu Único e Eterno Salvador.”

      O Texto entre aspas foi transcrito do Artigo “A SALVAÇÃO E A VIDA ETERNA”, do Site; A leitura de todo esse Artigo é de suma importância para entender todo o Processo de Salvação pelo Sangue de Jesus;

      Precisa ficar entendido que o Pecador precisa ACEITAR A JESUS COMO O SEU ÚNICO E ETERNO SALVADOR através de uma Igreja que pratique o Batismo nas Águas, a Santa Ceia em Comunhão, e que essa Igreja observe os PARÂMETROS BÍBLICOS, explicados nos Artigos “Ministérios Contaminados” e “Desobediência Sistemática”, para que não se escandalize, e se desiluda caindo nas Astutas Ciladas do Diabo.

      Este é o Assunto mais importante da Vida de uma Pessoa – A SALVAÇÃO ETERNA;

      Desta forma sugiro que leia e releia o Artigo “A SALVAÇÃO E A VIDA ETERNA”, e se persistir alguma dúvida, pergunte, mas não deixe de tomar a decisão certa;

      Atualmente qualquer pessoa tem a oportunidade de alcançar a Vida Eterna imediatamente através de Jesus Cristo, conforme explicado no Site, em Artigos e no Livro, ou pelo Arrebatamento que está para acontecer, em breve, ou pela Ressurreição, se morrer antes do Arrebatamento, ou ficar em situação incerta, após a morte, conforme explicado no Artigo indicado, esperando o Juízo Final;

      Espero ter atendido suas expectativas.

      Fique na Paz de Jesus.

      Onir

  • João Augusto  disse:

    Profundo o texto, parabéns irmão Onir, continue a ser esta benção.
    Questão interessante que me subiu ao coração: olha a diferença do plano de contaminação e salvação entre os anjos e o homem.
    Enquanto este pode ter uma salvação, aquele plano contaminado não pode. Isto em razão de que Deus traçou um plano de salvação para o homem e não para os anjos.
    Questão interessante neste contexto é que a partir da ingestão do fruto proibido por Adão todos os seres humanos passaram a ser influenciado pelo mau, o que não ocorreu com anjos, onde a contaminação de se dá individualmente, ou seja, quando Lucifer tornou-se mal ele não contaminou a todos os anjos automaticamente, mas apenas aqueles que seguiram seus desígnios desobedientes.
    Agora qual a razão para a contaminação ser distinta entre ambos os planos de criação só naquele grande, esperado e mais próximo do que nunca DIA.
    Fiquem com Deus.
    João Augusto.

    • Onir Francisco Damas  disse:

      Prezado João Augusto

      Quanto a contaminação dos Anjos pelo Mau, ao que tudo indica, não existe Salvação, pelo fato deles serem de uma “Natureza” espiritual que quando contaminada não tem como purificar;

      Certamente eles foram devidamente avisados sobre o problema, porém não obedeceram;

      Fique na Paz de Jesus.

      Onir

  • João Augusto  disse:

    Acrescentando, outra situação a ser considerada é que o ser humano deseja conhecer mais e mais, e a primeira dessa busca por conhecimento, na fase da inocência até os dois anos de idade, se dá pela boca, a fase oral, toda criança pequena conhece o mundo pegando e colocando na boca, situação interessante no contexto do texto do sr. Onir.
    João Augusto.

    • Onir Francisco Damas  disse:

      Prezado João Augusto

      Sua colocação no sentido enigmático serve de reflexão tratando-se de um Assunto que envolve o aspecto da Inocência;

      Fique na Paz de Jesus.

      Onir

  • Felipe Arruda Corneta  disse:

    A paz do Senhor irmão Onir.
    A respeito a Santa Ceia, gostaria de saber, o que o irmão pensa a respeito do pão.
    Já que o pão representa o corpo do Senhor, entendo que este pão, tem que ser o pão asmo que foi instituído no Egito, e que também era usado nas festas da pascoa, e também usado pelo Senhor, quando pediu para aos discípulos para prepararem a pascoa Lc 22,8.
    O meu parecer é que existem muitos irmãos, que não atentam a este detalhe, e tomam o pão com fermento, também não discernindo o corpo do Senhor, que não teve pecado e doença.

    • Onir Francisco Damas  disse:

      Prezado Felipe

      Jesus usou o Fermento como metáfora em suas Parábolas para exemplificar o Crescimento Religioso sem o Espírito Santo;

      Quanto ao fermento natural proibido para levedar alimentos era uma tradição da época ou norma Religiosa desde que Deus os tirou do Egito e que no Deserto ficou evidente como símbolo da Maldade e Pecado oriundo do Egito, e única explicação para a proibição de seu uso nas diversas práticas Religiosas;

      Desta forma Deus no Deserto os fez entender que o fermento simbolizava tudo que existia no Egito e que os Judeus não deviam praticar, por isso as severas advertências de proibição nas diversas práticas Religiosas;

      Jesus ao tornar puro todos os alimentos acabou com a proibição do alimento fermentado;

      Certamente por Tradição da Época, o pão usado na Santa Ceia de Jesus foi sem fermento, conforme referências em Mateus 26:17-30 Marcos 14:12-26 Lucas 22:7-23;

      Hoje não existe motivo de proibição sobre o uso do pão fermentado na Santa Ceia, pelo fato de Jesus ter tornado puro todos os Alimentos;

      Precisa ficar entendido que o Fermento tem sentido metafórico por fazer os alimentos crescerem com o seu uso, e desta forma foi usado para simbolizar o falso crescimento religioso sem o Espírito Santo; A Bíblia nos mostra as seguintes referências sobre o Assunto:

      Almeida Revista e Atualizada

      Êxodo

      12.15 Sete dias comereis pães asmos. Logo ao primeiro dia, tirareis o fermento das vossas casas, pois qualquer que comer coisa levedada, desde o primeiro dia até ao sétimo dia, essa pessoa será eliminada de Israel.

      12.19 Por sete dias, não se ache nenhum fermento nas vossas casas; porque qualquer que comer pão levedado será eliminado da congregação de Israel, tanto o peregrino como o natural da terra.

      13.7 Sete dias se comerão pães asmos, e o levedado não se encontrará contigo, nem ainda fermento será encontrado em todo o teu território.

      Levítico

      2.5 Se a tua oferta for de manjares cozida na assadeira, será de flor de farinha sem fermento amassada com azeite.

      2.11 Nenhuma oferta de manjares, que fizerdes ao SENHOR, se fará com fermento; porque de nenhum fermento e de mel nenhum queimareis por oferta ao SENHOR.

      10.12 Disse Moisés a Arão e aos filhos deste, Eleazar e Itamar, que lhe ficaram: Tomai a oferta de manjares, restante das ofertas queimadas ao SENHOR, e comei-a, sem fermento, junto ao altar, porquanto coisa santíssima é.

      Deuteronômio

      16.4 Fermento não se achará contigo por sete dias, em todo o teu território; também da carne que sacrificares à tarde, no primeiro dia, nada ficará até pela manhã.

      Mateus

      13.33 Disse-lhes outra parábola: O reino dos céus é semelhante ao fermento que uma mulher tomou e escondeu em três medidas de farinha, até ficar tudo levedado.

      16.6 E Jesus lhes disse: Vede e acautelai-vos do fermento dos fariseus e dos saduceus.

      16.11 Como não compreendeis que não vos falei a respeito de pães? E sim: acautelai-vos do fermento dos fariseus e dos saduceus.

      16.12 Então, entenderam que não lhes dissera que se acautelassem do fermento de pães, mas da doutrina dos fariseus e dos saduceus.

      Marcos

      8.15 Preveniu-os Jesus, dizendo: Vede, guardai-vos do fermento dos fariseus e do fermento de Herodes.

      Lucas

      12.1 Posto que miríades de pessoas se aglomeraram, a ponto de uns aos outros se atropelarem, passou Jesus a dizer, antes de tudo, aos seus discípulos: Acautelai-vos do fermento dos fariseus, que é a hipocrisia.

      13.21 É semelhante ao fermento que uma mulher tomou e escondeu em três medidas de farinha, até ficar tudo levedado.

      1 Coríntios

      5.6 Não é boa a vossa jactância. Não sabeis que um pouco de fermento leveda a massa toda?

      5.7 Lançai fora o velho fermento, para que sejais nova massa, como sois, de fato, sem fermento. Pois também Cristo, nosso Cordeiro pascal, foi imolado.

      5.8 Por isso, celebremos a festa não com o velho fermento, nem com o fermento da maldade e da malícia, e sim com os asmos da sinceridade e da verdade.

      Gálatas

      5.9 Um pouco de fermento leveda toda a massa.

      Eu entendo sua opinião de que o certo é usar o Pão sem fermento ainda hoje na Santa Ceia, por ser o pão tradicional;

      Diante da dificuldade de se adquirir o pão sem fermento no Comércio, as Igrejas adotam o uso do Pão comum com fermento, considerando não haver nenhum mal no seu uso, pois, o mais importante é que o participante esteja sem o fermento do Pecado;

      Preste atenção que o Vinho que Jesus usou na Ceia era alcoólico;

      Hoje as Igrejas usam o Suco de Uva, sem Álcool, pois, se um Membro ex-alcoólatra tomar um simples gole, por força do Alcoolismo, nem um barril o satisfaz; Isto é uma verdade que os Alcoólicos Anônimos enfatizam em suas Reuniões;

      Desta forma fica evidente que tanto o Pão como o Vinho usado na Santa Ceia, independe do fermento ou do Álcool em suas respectivas composições;

      Espero ter sido compreendido nesse delicado Assunto;

      Espero ter atendido as expectativas.

      Fique na Paz de Jesus.

      Onir

  • vamderligia  disse:

    quanto mas leio mas aprendo muito obrigado.

  • Reinaldo  disse:

    Sr. Onil Paz seja Contigo
    Estou muito surpreso e feliz em poder estar lendo seus artigos, apesar de meus 17 anos de Pastoreado a frente de uma igreja, nunca fiquei tao surpreso com tamanha profundidade de fatos Teologicos, vou estar sempre lendo seus artigos, olha que so li OS MISTERIOS DA SANTA CEIA….
    Deus o Abençoe muito, grande abraço

    Pr. Reinaldo

  • Aquiles Martins  disse:

    Graça e Paz Pastor Onir,

    Que site interessante me abriu a mente para muitas questões, vou continuar lendo seus artigos. Realmente eles nos abrem a mente para muitas questões enigmáticas. Deus abençoe sua vida e lhe dê sabedoria para tentar desvendar muitos mistérios biblicos

    • Onir Damas  disse:

      Prezado Aquiles

      O Site é um Instrumento a Serviço da Obra do Reino de Deus para Evangelização;

      Divulgue-o e acumule Tesouros no Céu.

      Onir

Comente

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>