Assuntos Polêmicos da Bíblia | O ENIGMÁTICO E PROFÉTICO NÚMERO 40
16102
post-template-default,single,single-post,postid-16102,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-16.7,qode-theme-bridge,disabled_footer_top,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.7,vc_responsive
 

O ENIGMÁTICO E PROFÉTICO NÚMERO 40

O ENIGMÁTICO E PROFÉTICO NÚMERO 40

INTRODUÇÃO   

Recebi do meu Webdesigner Luiz Cláudio Pereira da Silva a seguinte sugestão para compor um Artigo relacionado com o que a Bíblia mostra sobre os diversos enigmáticos acontecimentos envolvendo o número 40, que eu reproduzo na íntegra, e que serviu de Base para a composição do presente Artigo para Reflexão dos Leitores:

 

 “O significado bíblico do número 40.

 

Em poucas palavras podemos dizer que o número 40 indica um tempo necessário de preparação da Pessoa que se dispõe a jejuar para se preparar para algo novo que vai acontecer, na Obra do Reino de Deus aqui na Terra.

 Portanto a compreensão e o significado do número 40 não está literalmente em quarenta, mas num tempo necessário para que a pessoa se prepare para a Tarefa que tem a cumprir.

 Por exemplo: Jesus não começou Sua Atividade Pública de Evangelização antes de se preparar durante 40 dias em Jejum e Oração. Queria estar Forte para dar início a Sua Missão:

O número 40 nas páginas da Bíblia.

 

O número quarenta aparece tanto no Antigo Testamento e Novo Testamento, em diferentes formas e maneiras, observemos:

40 dias e quarenta noites do dilúvio (Gênesis 7: 4 a 12);

40 dias e 40 noites Moisés permanece no Monte (Êxodo 24: 18;  34: 28; Deuteronômio 9: 9 a 11; 10: 10);

40 anos foi o tempo da peregrinação pelo deserto (Números 14: 33; 32: 13; Deuteronômio: 8; 2; 29: 5, etc);

40 dias que Jesus jejuou antes de começar seu Ministério (Mateus 4: 2; Marcos 1: 13; Lucas 4: 2);

40 dias depois da Ressurreição acontece a ascensão de Jesus (Atos: 1 a 3).

40 chicotadas eram dadas a alguém que errava como forma de correção (Deuteronômio 25: 3)

40 chicotadas Paulo recebeu pelo menos cinco vezes menos uma (2ª Coríntios 11: 24).

Na bíblia encontramos várias passagens que Deus escolhe pessoas determinadas para uma Missão Especifica e a pessoa passa ser um Instrumento nas mãos de Deus;

Encontramos narrativas que homens abriram o mar;

Fizeram que da rocha brotasse água;

Que do céu caísse fogo;

Curaram os enfermos com o toque de sua mão ou até mesmo com sua sombra;

Expulsaram demônios; Ressuscitaram mortos;

Multiplicaram alimentos.

Perguntamo-nos de que forma meros seres mortais, se revestem de tal força e poder, para realizar estas obras?

A resposta vem da ligação com um Poder Infinito, que essas Pessoas possuem.

A Força do Jejum

 

Quando buscamos a Deus com a prática do Jejum e Oração em PROPÓSITO estamos buscando a nossa própria mente. O jejum nos torna dignos em receber, os Bens Divinos que Ele está pronto em Conceder.

Exemplos de Pessoas que receberam Força Divina vinda pela prática do Jejum.

 

Moisés que jejuou 40 dias (Êxodo 34: 28);

Elias – 40 dias (1º Reis 19: 8);

Cristo – 40 dias (Lucas 4: 2);

Paulo – 3 dias (Atos 9: 9).

Ester  –  3 dias ( Ester 4: 16 ).

Essas pessoas depois do período de jejum sem alimentarem-se e passando noites em oração, voltavam fortalecidos, dispostos como se tivessem gasto estas horas dormindo. O sustento delas foi o Senhor Deus.” (até aqui as informações do meu Webdesigner).

Webdesigner = (profissional que cria o website, isto é, rede com toda a estrutura – site).

O ENIGMA DO NÚMERO 40

Para o Leitor que está acessando o Site pela primeira vez necessário se faz repetir a referência Bíblica de Números 12: 8: 

8 – “Boca a boca falo com ele, claramente e não por ENIGMAS; pois ele vê a semelhança do SENHOR; por que, pois, não tivestes temor de falar contra o meu servo, contra Moisés?”

A  TEOLOGIA é a Ciência dos Enigmas de Deus, e, a BÍBLIA é o Livro Teológico que contém toda a Verdade, porém encoberta por Enigmas, mas revelados no devido tempo, por Deus, em Exegese e Hermenêutica, contextualizados.

A Bíblia é um Livro Enigmático por Excelência de Deus, e, querer interpretá-la literalmente tem sido a causa de tantos comentários desacreditados;

Desta forma este Artigo tem o Objetivo de discernir o Enigma da citação pela Bíblia em relação ao Número 40 no que diz respeito a uma  Enigmática Profecia para os acontecimentos que redundará na Volta de Jesus, amplamente Profetizada por Ele mesmo;

São várias as citações relacionadas com a Preparação Individual de Personagens conforme está discriminada pelo Webdesigner Luiz Claudio inicialmente na Introdução;

Desta forma podemos entender que Deus deixa evidente que existe uma Batalha Espiritual necessária e que o Servo do Senhor escolhido para fazer a Obra do Reino de Deus aqui na Terra precisa estar devidamente fortalecido com as Armas Espirituais para essa Batalha;

Jesus quando se encontrava em vida carnal precisou fazer essa Preparação. É bom lembrar que Jesus era 100% humano e 100% Divino, e por Sua Humanidade deixou ensinado a necessidade do Jejum e da Oração como Armas Espirituais;

O Leitor, como eu, deve estar perguntando por que a necessidade de ficar 40 dias em preparação, bem como, 40 anos no deserto, principalmente, entre outras citações relacionadas com o Número 40;

No meu entender não existe uma explicação humana e sim, trata-se de um Mistério;

Mistério não se explica, e sim, é aceito por Fé, entretanto existe um detalhe que me chama à atenção, pelo fato de Jesus permanecer cerca de 40 dias com os Discípulos após Sua Ressurreição, ensinando-os e preparando-os para a Composição de Sua Igreja;

 

DETALHES IMPORTANTES:

Preste atenção nos seguintes detalhes que procuro discernir sobre o Número 40 e pense;

– 40 dias e quarenta noites do dilúvio (Gênesis 7: 4 a 12);

Pense:  Trata-se de uma demonstração do Poder de Deus quando necessário de Juízo, BEM COMO, um Profético acontecimento Enigmático sobre a Igreja de Cristo, o Arrebatamento, a Grande Tribulação e o Reino Milenial, conforme o Artigo “O PROFÉTICO E ENIGMÁTICO ARREBATAMENTO DA IGREJA”, no Site;  

– 40 anos foi o tempo da peregrinação pelo deserto (Números 14: 33; 32: 13; Deuteronômio: 8: 2; 29: 5, etc):

Pense: Trata-se de uma demonstração de Juízo e de necessidade de Tempo para constituir a Nação de Israel e sua identidade por Leis e Estatutos;

– 40 dias e 40 noites Moisés permanece no Monte (Êxodo 24: 18;  34: 28; Deuteronômio 9: 9 a 11; 10: 10):

Pense: Trata-se de uma demonstração de Tempo muito Especial que o Servo do Senhor teve que desprender em Oração e Jejum Sistemático como preparação para ser usado na Obra do Reino de Deus aqui na Terra;

No caso de Moisés, como de Jesus, em face da imperiosa e grandiosa Batalha Espiritual que iriam enfrentar, Deus os manteve vivos e lhes deu condições para suportar a Sobrenatural Preparação, em Jejum e Oração por 40 dias;

– 40 anos foi o tempo da peregrinação pelo deserto (Números 14: 33; 32: 13; Deuteronômio: 8; 2; 29: 5, etc): 

Pense: O Povo de Israel saiu do Egito com as lembranças e contaminações daquela Região e costumes a ponto de promover a construção do Bezerro de Ouro entre outras desobediências, e Deus entendeu que era necessário um Tempo de preparação como Nação e suas Leis a fim de poder usá-los na Sua Obra do Reino Celestial aqui na Terra;

Desta forma 40 anos foram necessários para que todos os que saíram do Egito morressem no deserto, com exceção de Josué e Calebe (Deuteronômio 1: 34 a 39);

– 40 dias que Jesus jejuou antes de começar seu Ministério (Mateus 4: 2; Marcos 1: 13; Lucas 4: 2);     

Pense: Jesus quando se encontrava em vida carnal precisou fazer essa Preparação. É bom lembrar que Jesus era 100% humano e 100% Divino, e por Sua Humanidade deixou ensinado a necessidade do Jejum e da Oração como Armas Espirituais;

Precisa ficar entendido que tanto o Jejum de Jesus como o de Moisés são um Mistério pelo fato de serem Sobrenaturais, em face da Sobrenatural Missão que cada um teve de desempenhar na Obra do Reino; 

– 40 dias depois da Ressurreição acontece a ascensão de Jesus (Atos 1 a 3).

Pense: Este Episódio é da maior importância para o nosso Tempo Presente;

São TRÊS considerações Teológicas a serem feitas em relação aos 40 dias do Episódio;

A Primeira está relacionada com o Tempo de 40 dias necessário para que Jesus colocasse os Seus Discípulos em condições de continuar tudo aquilo que Ele começou, bem como, as condições que eles precisavam para dar início à Igreja Cristã;

A Segunda está relacionada com as Palavras proferidas pelos dois Anjos quando Jesus foi Assunto ao Céu no final dos 40 dias, conforme Atos dos Apóstolos 1: 1 a 11: 

1 -Fiz o primeiro tratado, ó Teófilo, acerca de tudo que Jesus começou, não só a fazer, mas a ensinar,

2 -Até ao dia em que foi recebido em cima, depois de ter dado mandamentos, pelo Espírito Santo, aos apóstolos que escolhera;

3 – Aos quais também, depois de ter padecido, se apresentou vivo, com muitas e infalíveis provas, sendo visto por eles por espaço de quarenta dias, e falando das coisas concernentes ao reino de Deus.

4 – E, estando com eles, determinou-lhes que não se ausentassem de Jerusalém, mas que esperassem a promessa do Pai, que, disse ele, de mim ouvistes.

5 -Porque, na verdade, João batizou com água, mas vós sereis batizados com o Espírito Santo, não muito depois destes dias.

6 – Aqueles, pois, que se haviam reunido perguntaram-lhe, dizendo: Senhor, restaurarás tu neste tempo o reino a Israel?

7 – E disse-lhes: Não vos pertence saber os tempos ou as estações que o Pai estabeleceu pelo seu próprio poder.

8 – Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra.

9 – E, quando dizia isto, vendo-o eles, foi elevado às alturas, e uma nuvem o recebeu, ocultando-o a seus olhos.

10 – E, estando com os olhos fitos no céu, enquanto ele subia, eis que junto deles se puseram dois homens vestidos de branco.

11 – Os quais lhes disseram: Homens galileus, por que estais olhando para o céu? Esse Jesus, que dentre vós foi recebido em cima no céu, há de vir assim como para o céu o vistes ir.

“há de vir assim como para o céu o vistes ir.” 

Esta afirmação proferida pelos dois Anjos  é da maior importância Teológica;

Ela está corroborada com a afirmação em 1ª João 3: 2 ao dizer o seguinte:

Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não é manifestado o que havemos de ser. Mas sabemos que, quando Ele se manifestar, seremos semelhantes a Ele; porque assim como é o veremos. (1ª João 3: 2);

Esta segunda consideração está envolta em um Grande Mistério, pois, trata-se de Jesus na Terra com os Ressuscitados em um “CORPO GLORIOSO”;

A TERCEIRA está relacionada com o TEMPO de 40 dias;

Após Ressuscitar Jesus usou 40 dias para preparar os Seus Discípulos no Início da composição da Igreja Cristã;

Tudo indica que Ele ao Voltar com a Igreja Redimida para Reinar no Período Milenial usará de 40 dias para derrotar o Estrategista do Mal – anticristo e seus demônios – bem como, Organizar todos os preparativos para começar o Reino Milenial, com Jerusalém como Capital do Reino aqui na Terra;

Suas Palavras para Pilatos então estará se cumprindo ao afirmar o seguinte:

Respondeu Jesus:

 O meu reino não é deste mundo; se o meu reino fosse deste mundo, pelejariam os meus servos, para que eu não fosse entregue aos judeus; mas agora o meu reino não é daqui. (João 18:36);

“mas agora o meu reino não é daqui”. (João 18: 36);

Preste atenção: 

Para que “o agora” se cumpra e Jesus comece a Reinar em Jerusalém, Ele terá que Organizar Seu Reino, e no meu entendimento o Profético e Enigmático Número 40 foi estabelecido, também, com este Propósito Final;

Ao que tudo indica Jesus usará 40 dias para preparar seus Escolhidos, entre outras providências, para Reinar com Ele os 1000 anos;

PENSE NISSO:

A Bíblia diz que Jesus ao Voltar no Final da Grande Tribulação tomará as seguintes providências:

1 – Vai cumprir toda a Profecia descrita na referência de Apocalipse 19: 11 a 21;

2 – Vai mandar prender o Estrategista do Mal e o imobilizará por 1000 anos (Apocalipse 20: 1 a 3);

3 – Vai promover a Primeira Ressurreição e estabelecer as condições de Seu Reinado com os Ressuscitados que Reinarão com Ele por 1000 anos (Apocalipse 20: 4);

4 – Vai ser reconhecido por Israel como o Messias (Apocalipse 1: 7);

Desta forma e ao que tudo indica, também o Enigmático e Profético Número 40 foi estabelecido por Deus com esse Objetivo Final;

No meu entendimento, pois, necessário será que Jesus disponha de um Tempo Teológico de 40 dias para essas e outras Providências que terá de tomar ao Voltar para Reinar no Milênio, considerando que Ele levou 40 dias antes de ser Assunto ao Céu, após ressuscitar;

QUARENTENA

Antes de Concluir este Artigo deixo mais uma Reflexão para o Leitor meditar no aspecto misterioso relacionado com a Prática da Quarentena, de amplo conhecimento, realizada pelos diversos Órgãos Governamentais ao redor do Mundo, conforme diversas postagens na Internet que por sua diversidade informo o Link a seguir:

https://www.google.com/search?q=significado+de+quarentena&oq=Significado&aqs=chrome.0.69i59j69i57j0l3j69i61.7240j0j7&sourceid=chrome&ie=UTF-8

Quarentena é uma prática de isolamento para preservar contágios nocivos de natureza biológica; chama à atenção pelo fato de ser por um tempo de 40 dias, e foi utilizada pela primeira vez no Século XIV na França, em face da maldição que envolveu a Europa na Idade Média, e que a Peste Bubônica foi o móvel que motivou a Quarentena;

http://diariodorodrigogarcia.blogspot.com/2014/07/origem-da-palavra-quarentena.html

Existe um sentido Sobrenatural e Misterioso envolvendo o Número 40 e a Quarentena também está incluída nesse Mistério; 

Por que 40 dias de Quarentena? 

Tudo indica que foi por inspiração no fato da Bíblia se referir a Episódios de Preparação para Purificação Espiritual como relatado e que motivou a Prática da Quarentena;

Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente. (1ª Coríntios 2:14);

 Mas o que é espiritual discerne bem tudo, e ele de ninguém é discernido. (1ª Coríntios 2:15).

PARA REFLEXÃO:

Tenho enfatizado em Artigos postados no Site sobre a importância da Preparação Espiritual para todos que se propõem a fazer a Obra do Reino de Deus aqui na Terra mostrando que existem as Armas Espirituais indispensáveis a serem usadas conforme as referências a seguir:

Jeremias 

29: 13  – E buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscardes com todo o vosso coração.

Provérbios

8: 17 –  Eu amo os que me amam, e os que de madrugada me buscam me acharão.

João

 

4: 24 – Deus é espírito; e importa que os seus adoradores o adorem em espírito e em verdade.

 

Mateus

17: 21  – [Mas esta casta não se expele senão por meio de oração e jejum.]

Oração, Jejum, Adoração, Fé, Amor, Bondade, Misericórdia e prática da Justiça fazem parte das atitudes de quem Deus escolhe para atuar na Obra Celestial aqui na Terra.

Bem entendido: Sem as Armas Espirituais é TOLICE querer fazer a Obra de Deus na Terra;

Sugiro a leitura dos seguintes Artigos, no Site:

ORAÇÃO, JEJUM E ADORAÇÃO

O PODER ENIGMÁTICO DA INTERSSEÇÃO

 O ENIGMA DA SANTA CEIA

Entre Outros…

 

CONCLUSÃO

Existe uma enigmática Matemática Teológica usada por Deus na Obra do Reino Celestial aqui na Terra;

Começa pelo Número 1 com o Princípio misterioso da DIVINA UNIDADE TRINA:

Segue com o Número 2 em diversas Situações ao usar de Duplas para Executar Missões na Sua Obra aqui na Terra, com Anjos e Humanos;

Com o Número 3 eu destaco a Ressurreição de Jesus no Terceiro Dia após Sua morte, entre outras;

O Número 4 eu deixo para o Leitor o Artigo “O ENIGMA DO QUARTO DIA, no Site; 

O Número 5 tem sua utilização na Parábola dos Talentos em que um recebeu 5 Talentos, entre outros acontecimentos;

O Número 6 está latente em que Deus Criou os Céus e a Terra, em 6 dias;

O Número 7 além de Deus ter descansado, misteriosamente no sétimo Dia após toda a Criação, possui alguns destaques como os detalhes referentes as 7 cores do Arco Iris, as sete notas Musicais, a multiplicação dos 7 pães, entre outros;

O Número 8 tem no Oitavo Rei de Apocalipse 17: 11 a sua maior importância;

Os Números 10, 11, 12, 24, 30, 40, 70, 80, 144, 666,1000, 2300, entre outros, são de amplo conhecimento e importância Teológica, pois aparecem com destaques em situações Enigmáticas de Acontecimentos Práticos e Proféticos na Bíblia, e que eu abordo em Artigos, no Site;

Citei apenas os Números Teológicos que mais se destacam e de amplo conhecimento dos Estudiosos da Bíblia. Deixo para os Leitores Refletirem nos demais.

 

CONCLUSÃO FINAL

O Objetivo deste Artigo é mostrar que existe uma Mensagem Enigmática de Deus através da utilização Numérica na Sua Obra Celestial aqui na Terra, e que o Número 40, como outros, ocupa um Lugar de importância, devido as suas diversas situações;

Com este Artigo eu procuro mostrar que Deus, através do Jejum e da Oração, utilizou o Número 40, principalmente, no sentido de Preparação individual e coletiva dos Seus Escolhidos na Sua Obra Celestial aqui na Terra, porém com a permanência de Jesus, durante 40 dias após ressuscitar, na preparação Teológica dos Discípulos, com esse Episódio, deixou um Sinal de que usará de 40 dias na Organização de Sua Corte Milenial, ao Voltar para Reinar;

Desta forma o Número 40 tem a sua maior importância Profética e Enigmática no Final da Grande Tribulação quando Jesus precisará de um Tempo para se estabelecer em Jerusalém de onde Governará o Mundo durante o Período Milenial, no meu entendimento;

Bem entendido: Entre a Volta Gloriosa de Jesus e o Início do Milênio Jesus precisará de um Tempo, que tudo indica, será de 40 dias, em face das Ações que terá de executar; 

Tudo indica que assim como Ele, ao Ressuscitar, ficou 40 dias na Terra para preparar os seus Discípulos na Organização de Sua Igreja, assim também, quando Voltar como Rei, Ele usará de 40 dias nas Ações que terá de executar, bem como  para Organizar a Sua Corte que com Ele Governará o Milênio, apesar desse detalhe não ser mostrado literalmente, mas sim, Enigmaticamente, no meu entendimento, conforme 1ª Coríntios 2: 14 e 15:

Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente. (1ª Coríntios 2:14);

 Mas o que é espiritual discerne bem tudo, e ele de ninguém é discernido. (1ª Coríntios 2:15).

Certamente o Leitor deste Artigo será levado a pensar nas minhas interpretações;

Considerando a afirmação de Números 12: 8 de que Deus fala por Enigmas, então o Enigmático Número 40 bem pode ser mais um cumprimento Bíblico Enigmático Profético;

Creio que o Artigo estará sendo útil para Reflexão de todos os que esperam a iminente Volta de Jesus;

GLÓRIA A DEUS!!!

…………………………………………………….. X ……………………………………………………..

Próximos Assuntos a serem incluídos no Site, paulatinamente:

?

OBS: Na hipótese de concordar que o Assunto é importante, copie o endereço do Site www.assuntospolemicosdabiblia.com, imprima o máximo numa folha A4, corte em pedaços, e distribua, como instrumento de fazer a Obra do REINO DE DEUS.

Como acontece Festa no Céu sempre que um Pecador se arrepende (Lucas 15: 10), e se cada um dos meus Leitores, que entendem a importância do conteúdo do Site para a Obra do Reino de Deus, divulgar o Site em tempo e fora de tempo, certamente o Reino Celestial terá muitos motivos para comemorar os resultados dessa divulgação. 

 

onir
contato@assuntospolemicosdabiblia.com
No Comments

Post A Comment

Content Protected Using Blog Protector By: PcDrome. & GeekyCube.